Arquivo de fevereiro 2nd, 2009

fev 02 2009

Publicado por em Uncategorized

E daí que eu achei a ginecologista perfeita, daquelas que parecem amiga, que já faz todos os exames (sangue, ultrassom, papa nicolau, etc) no consultório mesmo, facilita e muito sua vida.
E daí que até me empolguei para engravidar, pois sei que David nascerá em boas mãos.
Achar o médico perfeito em SP é dureza…. aqui os médicos querem te atender rápido para conseguir o máximo possível de consultas no dia e compensar o pouco que recebem dos planos de saúde…
E daí que estava apaixonada…
E daí que acabei de voltar de lá…
E daí que a porcaria da Sul America vai descredenciar a médica, só porque ela pede muito exame.
E daí que a consulta preço camarada para pacientes da Sul America será de R$250,00….
E daí que meu plano só reembolsa R$30,80…
E daí que tô puta da vida com isso…
E daí que tô fazendo tratamento hormonal (2 meses tomando hormônio, embuxando e nem uma alteraçãozinha se quer!) e preciso ir lá todo mês…

Me mato?
Quando eu crescer quero ser dono de Plano de Saúde.

2 coment??rios

fev 02 2009

Sábado de Sol…..

Publicado por em Uncategorized

E eis que o final de semana foi de sol e muito, muito calor (Jesus!!)
E alegria de paulistano é dizer que fez sol.
Mas que isso, aproveitar que fez sol e descer a Imigrantes rumo ao litoral… afinal, a pista nova, composta de 3 imensos túneis reduziu o tempo de viagem (considerando que não se pegou trânsito na Av. dos Bandeirantes) para algo como 40 a 50 minutos. Isso para paulistano é rapidão, considerando que no dia-a-dia ficamos em média 30 minutos no trânsito para chegar ao trabalho…
Eu fiquei sozinha na quinta e sexta, já que Rafa foi para Santos ficar com o pai dele que operou (está tudo bem, mas o médico disse que pela cara do tumor parece ser maligno, vamos aguardar e orar!). Eu precisava desse tempinho, mais do que eu pensava. Foi ótimo. Claro que eu fiquei deprê de estar sozinha, comi o que o Rafa nunca deixa, etc… mas foi muito muito bom. Estou outra pessoa!

Mas contei tudo isso para chegar no ponto.
Na sexta a noite ele me ligou dizendo que voltaria no sábado de ônibus depois do almoço. E eu fiquei com uma dó do coitado, já estava esgotado de dormir em hospital, aliás, de não dormir, a mãe dele pirando achando que o pai ia morrer etc… que fiquei mal de olhar só para o meu umbigo… PAUSA – que umbigo? e eu lá consigo ver meu umbigo? – DESPAUSA e me preocupar só com os problemas meus que eu não tenho, e resolvi ser uma esposa digna do amor que recebo de meu marido querido.
Isso eram 11 da noite. Não falei nada… desejei boa noite e desliguei. Aí fiquei pensando, pensando, e cheguei a conclusão de que estava sendo egoísta.
Na verdade antes eu havia assistido a um culto de libertação, e uma oração forte me libertou da depressão, doenças, etc. Eu estou livre desses espíritos do mal.
Voltando.
Tô muito perdida hoje ein, quanta abobrinha….
Anyway, voltando denovo.
Eu levantei da cama, dei uma sacudida no esqueleto e resolvi bater um bolo para meu sogro. E aí fiquei puta da vida porque a minha empregada vive fazendo ums bolos nada a ver que eu nunca como e tinha acabado com quase tudo…. e não me avisou. Aí fui mudando as receitas, de chocolate para formigão, para bolo simples e finalmente só bolo de cenoura mesmo. E nem sei como ficou bom porque fui remendando tudo, tipo assim, o açúcar acabou e usei açúcar de sachê, etc… Mas ficou bom!
Acordei sábado, aquele solão, uma delícia, me arrumei e rumo ao litoral!
Mas sabia eu que todos os paulistanos tiveram a mesma idéia.
E o resultado? Mega congestionamento na imigrantes…. fiquei parada! Reparem que na foto todos os carros estão com a luz de freio acessa. Mas nem me estressei, fui escutando Victor e Leo no toco (muito alto), e logo o congestionamento passou.

Chegando em Santos, o termômetro já me dizia o que me esparava assim que saísse do ar condicionado do carro.

E foi o caos mesmo, quase derreti. Nem levei biquini nem nada, não esperava esse calorzão. Ficamos por lá, almoçcamos e voltamos umas 4 da tarde. A intenção era voltar de noite, mas não dava para aguentar.

Voltei, toda culpada de não ter levado um biquini e ter aproveitado um dia tão bom de verão.
Mas feliz com a fisionomia de meu maridão, feliz da vida de eu ter ido até lá, facilitado a vida dele e ainda de quebra ficar por lá com a família dele.
Dever cumprido.

Estou bem gente, o período dark já passou.
Agora é correr atrás de recuperar o corpo… mas isso é assunto para outro post.
Beijocas e boa semana a todos!

2 coment??rios