ago 10 2010

Almoço de Dia dos Pais

Publicado por ??s 17:41 em Comemorações,Culinária,Família

Domingo teve almoço de dia dos pais em casa, só eu, Rafa e minha irmã.

Porque gente, Rafa também é pai, é pai do Mike!!! E que paizão ele é, ama esse cachorro como gente, mima o pobrezinho e me deixa louca quando não deixa eu educar o cachorro. Às vezes ele me acorda de madrugada para dizer que o cachorro tá dormindo do ladinho dele da cama, no chão em cima de alguma peça de roupa dele….

E como não poderíamos ir para casa dos meus pais, resolvemos fazer um banquetezinho no domingo.

Eu escolhi um menu que foi de ARRASAR, não só de gostoso mas com as minhas costas. Fiquei 4 horas literalmente na cozinha, mas valeu muito a pena e sobrou muito para eu poder congelar e da próxima vez vai ser facinho de fazer.

Eu escolhi a receita de gnocci/nhoque com molho de gorgonzola do Claude Troigros, mas adaptei para mandioquinha (batata baroa em algumas regiões) pois gosto mais. De acompanhamento, carré de cordeiro ao molho de ervas que estava DIVINO!

A receita dá trabalho, mas posso dizer? Foi o melhor nhoque que já comi na vida. Certeza que vai virar prato para visitas e vai fazer muito sucesso.

A receita original está aqui, inclusive com videozinho.

Nhoque ao gorgonzola

Serve 4 pessoas

NHOQUE

600g batata (fiz dois quilos de mandioquinha, deu para 3 pessoas e sobrou para fazer mais 3 vezes para mais 3 pessoas!)
120g farinha de trigo (não medi, fui colocando para dar liga e desgrudar, cuidado para não exagerar porque fica massudo!)
3 gemas (muitas receitas por aí usam ovo inteiro, eu preferi copiar o Claude e usar só gema, não peneirei e não ficou com cheiro de ovo)
80g queijo parmesão ralado (usei 200g)
60g queijo mussarela ralado (usei 100g)
180g ervilhas frescas cozidas (não usei)
sal a gosto
pimenta do reino moída na hora a gosto
noz moscada a gosto

Enrole em papel alumínio as batatas lavadas e asse no forno pré-aquecido a 180°, até que elas fiquem macias (aproximadamente 40 minutos).  Depois, descasque as batatas ainda quentes, faça um purê e misture com todos os outros ingredientes, menos as ervilhas. Enrole e corte o nhoque do tamanho que quiser. Jogue o nhoque em água fervendo. Quando subir (aproximadamente 5 minutos), retire e coloque em água com gelo. Seque imediatamente com um pano e frite o nhoque no azeite. Depois, acrescente as ervilhas.

Eu coloquei as mandioquinhas no papel alumínio conforme instruções acima, passaram quase 1,5 h e não estavam muito cozidas, como estávamos com fome, joguei na água quente mesmo, não dava para esperar mais.

MOLHO

300ml creme de leite
200g queijo gorgonzola
sal a gosto
pimenta do reino moída na hora a gosto

Fiz um pouco mais de molho porque fiz mais nhoque.

O choque térmico e a fritada faz toda a diferença, acredite. Nunca comi nada tão bom!.

Agora vamos às fotos!

Comece temperando os carrés de cordeiro (faça no mínimo 3 por pessoa pois eles encolhem!) com sal (de preferência grosso, não muito), pimento do reino moída na hora (tem que ser!), azeite, alho e ervas. Eu coloco tudo no pilão e sóco sóco sóco sóco e só depois eu espalho na carne. Deixo no mínimo umas 2 horas antes de fazer. Neste usei as ervas (frescas, sempre) que tinha: óregano, alecrim, salsinha e coloquei umas folhinhas de manjericão – ficou muito bom!). Lembre-se que a carne antes de fritar/assar tem que estar em temperatura ambiente, tire da geladeira no mínimo 30 minutos antes de preparar.

Ah, antes de temperar a carne, abre um vinho do bom e começa a se embebedar que até a comida fica mais gostosa.

Aí joguei num frigideira grande anti-aderente e selei a carne. Isso significa só deixar corar um pouco de cada lado, e depois coloquei no forno médio para acabar o cozimento. E pronto para servir.

Agora as fotos do preparo do nhoque, inclusive com eu aparecendo sovando a massa para vocês acreditarem.

E para finalizar, de sobremesa, crepe de doce de leite argentino, o melhor do universo, La Salamandra, que você encontra para vender no Pão de Açúcar.

E aí gostaram?

Um coment??rio

Um comentário to “Almoço de Dia dos Pais”

  1. Bethem 18 ago 2010 at 16:59

    Arrasou mesmo. Um banquete de primeira, cardápio muito bem escolhido, comida bonita e gostosa.
    O nhoque deve ter ficado maravilhoso. Se bem que eu preferiria, sem dúvida, o de batata inglesa ou mesmo de aipim (mandioca, ou macaxeira, em outros lugares). E todo o resto pareceu especialíssimo.
    Entendo totalmente o amor e mimo do seu marido para o Mike. Eu e o meu marido sempre fomos assim para o nosso Murray, que foi nosso filho/companheirinho por 10 anos e meio. Agora, 6 meses depois dele ter ido pro céu, a gente está aqui sem saber o que fazer de tanta saudade. Nos preparamos para no fim do ano adotarmos um outro serzinho que vai receber muito amor, e o Murray ficará sempre na nossa lembrança carinhosa, na saudade, no coração.
    Beijos querida!

Trackback URI | Comments RSS

Comente