out 07 2011

E a maior benção de todas me foi dada!

Publicado por ??s 14:11 em Família

Eu tive que esperar um bom tempo para escrever este post. A minha vontade era de ter escrito ele há 2 meses atrás, mas marido me proibiu, inclusive de falar qualquer coisa para família e amigos. Foi uma das coisas mais difíceis que já fiz, pois guardar segredo não é comigo, rs.

Vamos direto ao ponto e depois conto o desenrolar: estou grávida de 11 semanas.

Eu sempre quis ter filho e aqui todo mundo sabe disso. Eu tinha como planos que isso acontecesse esse ano, mas logo em fevereiro tudo mudou na empresa, meu chefe saiu e obviamente que tive que adiar os planos. Mas como Deus tem um plano maior para a nossa vida, nesse meio tempo, fui conhecendo meu novo chefe, vendo seu estilo de trabalho e começando a gostar. Vi que aprenderia muito com ele, então em certo momento, resolvi continuar apostando na empresa. Matriculei-me em um MBA (tava na hora de dar uma refrescada) e decidi que ficaria.

Com essa mudança de plano de carreira, entendi que seria um ótimo momento para começar a tentar. Isso era começo de julho. Há mais de um ano que não estava tomando pílula e estava ultra regulada, controlava apenas com testes de ovulação diários (excelentes por sinal, recomendo muito o da Clearblue!) para evitar nos dias de risco.

No comecinho de agosto fiz o teste e pumba, tava ovulando. Coloquei maridão para trabalhar e esperei os 15 dias seguidos meio que ignorando, não estava ansiosa, pelo contrário, estava numa dieta absurda para emagrecer (e tomando remédio L) e ficava meio preocupada de engravidar naquele momento, eu queria que acontecesse dali a 2 meses (rs).

Na sexta-feira antes do dia dos Pais (12/08) era a data que deveria menstruar. Senti seios inchados, cólica como sempre, saindo aquele comecinho de menstruação. Fiquei tranquila achando que iria menstruar normal no dia seguinte, quando para mim sempre vinha o grande fluxo. No dia seguinte nada. Eu meio que esqueci disso pois foi bem quando resgatei a Bibi (lembra? Clica aqui.). Voltei para São Paulo no domingo a noite e fiquei meio desconfiada, mas guardei para mim. Na segunda-feira nada, continuei mega desconfiada mas esperei a terça-feira de manhã para testar com teste de farmácia na primeira urina do dia. E assim o fiz.

Era 16 de agosto de 2011. Foi engraçado. Sabe quantos testes de gravidez de farmácia já fiz torcendo para aparecer as duas listras? Pois nesse foi molhar uma gota de xixi e as duas tiras estavam lá estampadas. Fiquei meio em choque. Contei para marido, que ficou meio em choque também. Eu já havia pedido no dia anterior para a médica uma receita de Beta HCG (exame de sangue para confirmar a gravidez), então ficamos meio felizes, mas “vamos esperar o exame de sangue confirmar”. De manhã mesmo fui coletar o sangue, e o exame ficaria pronto às 18 horas. Óbvio que eu fiquei contando as horas. Por volta das 17 horas entrei na internet e estava pronto, não conseguia entender as medidas direito, só me lembro que tinha uma nota escrita assim:

“se a intenção deste exame é confirmar quadro de gravidez, o resultado é POSITIVO”

Continuei em choque, um misto de alegria, euforia, preocupação, tensão, nervosismo, etc. Mandei para marido. À noite estávamos os dois meio calados. Óbvio que felizes, mas de repente a ficha cai: vou ser mãe/pai. Ficamos em silêncio à noite antes de dormir. Como tivemos alguns amigos que sofreram aborto na primeira gestação, Rafa me fez jurar que não contaria para ninguém. Claro que jurei, mas claro também que do meu juramento estavam excluídas algumas pessoas que não dava para não contar. Minha irmã e duas amigas foram as únicas a saber.

No dia seguinte eu já era uma nova mulher. Odiava tomar água, se tomasse um copo de água por dia era muito. De repente me vi tomando 2,5 litros de água por dia, comendo muita verdura e legumes e frutas, de 3 em 3 horas, super saudável. Incrível como não cuidamos de nós mesmos quando precisamos, mas basta uma vidinha estar dentro de você para tudo mudar.

Senti muita, muita dor no seio no começo, e muita cólica (o que é normal, pois o útero está começando a se expandir para implantar o embrião).

Marquei consulta na hora com a ginecologista.

E então resolvi escrever este relato, que apesar de não poder publicar ainda no blog, ficaria guardado para o dia que pudesse fazer isso, e teria para sempre a memória desse momento tão importante.

Os acontecimentos foram registrados pelas datas e publicados em posts que estão abaixo (vão ter que ler o blog desde 16 de agosto!) nas datas em que eles aconteceram, para ter o histórico no blog.

2 coment??rios

2 comentários to “E a maior benção de todas me foi dada!”

  1. Marizeem 07 out 2011 at 16:06

    Parabéns! Parabéns! Parabéns!
    Que toda sua gestação seja ricamente abençoada.
    Curta muito, curta TUDO.
    Beijo.

  2. Lu Francesaem 07 out 2011 at 18:30

    Que bacana, parabéns! :)
    Foi super rápido! rs

    Beijocas e muita felicidade!

Trackback URI | Comments RSS

Comente