Arquivo de dezembro, 2011

dez 26 2011

Sobre família e o que ela significa

Publicado por em Família

Natal é um época que me deixa sempre muito deprê. Apesar de toda a empolgação, a vontade de encontrar toda a família, de estar todos juntos, eu sempre sinto um vazio porque é um evento de FAMÍLIA, e eu não tenho certeza do que isso significa.

Este post relutei muito em escrever. É muita intimidade, e pode causar grandes mágoas em algumas pessoas. Mas dada a minha condição atual (grávida), o assunto família tem sido a minha maior angústia, pois me preocupo muito como vou criar a minha família e passar o conceito de família para minha filha.

Eu não sei se o conceito que eu tenho de família é o conceito ideal, ou pelo menos o padrão. Eu só sei que o que eu tenho como família (e não estou falando da minha família com o Rafa, e sim minha família de sangue) não é o tipo de família que quero dar para a minha filha.

Meus pais foram 2 heróis. Assim como os pais de todo mundo (e como nós tendemos a fazer também), pegaram tudo de ruim que tiveram (ou não puderam ter) nas suas infâncias/adolescências e nos proporcionaram. Minha irmã e eu sempre fomos muito educadas, melhores alunas, nunca tivemos uma cárie sequer (dentes impecáveis), donas de casa perfeitas (vejam meu lado culinária) mas também excelentes profissionais, com 12 anos eu falava inglês fluente (o que no começo dos anos 90 não era comum), nunca tivemos pele detonada (na primeira espinha milhares de cremes caros para resolver o problema), sempre arrumadas, sempre tudo muito próximo do perfeito.

Eles nos criaram para ser perfeitas. Na grande inocência deles, não perceberam o problema que estavam nos causando. Fizeram um excelente trabalho, somos as filhas “quase” perfeitas, daquelas de dar orgulho nas rodinhas de amigas contando sobre as filhas e suas conquistas. Não engravidamos antes de casar, não fomos drogadas, não fomos revoltadas, fizemos carreiras brilhantes, casamento, netos, boas casas, status social, etc.

Mas é aí que está o problema. Quando você cria uma pessoa exigindo que ela seja perfeita o tempo todo, você está pedindo ao mesmo tempo que ela seja melhor que os outros. E ser melhor que os outros não é fácil. Porque no mundo sempre vai ter alguém mais inteligente, mais rico, mais bonito, mais sortudo. E você se torna escravo dessa busca constante pela perfeição. É assim que eu vivo. Sempre buscando ser melhor que todo mundo, quero ganhar mais, ser a mais legal, a mais descolada, a mais bem sucedida. E isso tem um preço, e muito alto.

Meus verdadeiros amigos me conhecem, sabem que sou assim e no mais profundo conceito de amizade, me aceitam, aceitam esse meu jeito. O que eles não sabem é que eu não me aceito assim, eu não quero mais ser assim. Tenho trabalhado MUITO nas sessões semanais (que precisavam ser diárias, rs) de terapia mudar um pouco o meu jeito de encarar o mundo. Entender que não sou melhor que ninguém (ou talvez não melhor que todo mundo, só de alguns, rs) tem me custado muito. Horas e horas de reflexão. Respiros profundos e muito, muito florais de bach para ajudar. Respeitar o jeito do outro, o espaço do outro, tem me custado muitos respiros profundos.

Alguns exemplos para facilitar:

– Se eu entrar com você no seu carro, com certeza vou achar que dirijo melhor que você, não importa quão bom motorista você seja. O meu caminho sempre vai ser melhor e mais rápido que o seu. Vou te achar desligada, que você não se planeja quando está dirigindo. O semáforo vermelho e você nem freia desde longe para evitar assaltos. Sua desligada.

– Você fez um risoto maravilhoso, mas ficou faltando um pouquinho de sal, ou um pouquinho mais de queijo. Você nem percebeu, se fosse eu jamais serviria sem provar e perceber que mais uma pitadinha funcionava. Ou melhor, você devia ter me pedido para cozinhar, porque eu teria feito melhor.

– Você reclama das várias atribuições que tem, que seu dia é pesado. Por favor né? Você nem cuida da casa direito, outro dia vi seu marido com o ombro do paletó cheio de caspa, que tipo de mulher deixa o marido sair assim? E você nem cozinha, coitado dele, vivem de delivery e congelados.  Ah, isso para não dizer que você NÃO trabalha no mercado financeiro, o que faz da sua vida muito fácil né, porque vamos combinar, só quem tá no mercado financeiro sabe o que é pressão e entende o que acontece com o mundo.

Entenderam o nível de piração? Pensa que é fácil vir aqui e escancarar os seus defeitos assim pro mundo, ainda mais você que busca sempre a perfeição? Pois é, não é nada fácil. Ou talvez era fácil ignorar esse meu jeito PIRADO quando no mundo eu só tinha uma coisa: o meu umbigo. Agora eu tenho uma pessoa dentro de mim, alguém que não quero que se pareça em nada comigo.

Eu quero muito, mas muito mesmo, ensinar para minha filha que ela tem que ser aquilo que ela é. Eu quero que ela seja feliz com aquilo que ela é, sente, deseja. Não quero que ela sinta vergonha do que não pode ser, quero que ela saiba seus limites e seja feliz convivendo com eles. E é nesse contexto que se encaixa o tema família.

Eu acredito que família significa um núcleo de pessoas que te aceitam como você é, que te amam por aquilo que você é e estarão sempre lá para o que você precisar. É no seio familiar que se entende o que respeito significa, e digo respeito no sentido de aceitar as limitações e características do outro, é não se magoar com atitudes que sejam diferentes da sua, é estar feliz com pessoas que são completamente diferentes de você. Isso é algo que eu não tenho na minha família.

Eu sei que posso contar com eles sempre, qualquer coisa que eu pedir eles vão fazer por mim. Mas porque é assim que se constrói uma família “perfeita”, e não por respeitar um ao outro. Alí estamos sempre competindo, sempre querendo provar um ao outro que somos melhores, que nosso jeito é sempre o melhor. E acaba que sai todo mundo frustado e magoado, porque é impossível 4 pessoas serem todas elas perfeitas ou melhores que as outras, alguém vai ser o mais fraco, alguém vai errar.

Eu sei que para você leitor este post está totalmente confuso e você ainda não entendeu o que eu quero dizer. Nem eu sei bem. O que eu estou tentando dizer é que eu amo minha família, sei que eles vão sempre me ajudar quando eu precisar, mas esse conceito de família que temos não é o que eu quero criar para mim. Eu quero uma família diferente. Eu quero uma família que preze pelo companheirismo, pela união, pelo respeito. E eu não sei como chegar lá, por isso escrevi esse post. Porque é quando eu escrevo que eu mais me entendo, mais me enxergo. E eu tenho muito medo do que vejo, tenho receio que os 4 meses restantes da gravidez sejam insuficientes para eu me preparar para criar um ser humano e não transformá-lo em “desumano”. Sei que vou conseguir evitar muitos dos erros que vi na minha criação, mas cometerei outros erros. E assim como deixaram em mim uma marca profunda e um peso que carrego comigo diariamente, fico aterrorizada de pensar que posso fazer isso com outra pessoa também.

Vejo por aí as pessoas dizendo que você só entende sua mãe quando você vira mãe. E não tenho a menor idéia do que isso significa. Eu tenho medo do que isso significa, porque eu não quero nunca entender, compreender as atitudes da minha mãe, porque no fundo eu não quero perdoar muitas delas. E sabe porque? Porque é mais fácil culpá-la do que aceitar que eu também posso ter errado, e muito.

Vou parando por aqui porque estou me perdendo, rs. Eu só precisava expor a minha angústia de ser mãe, de NÃO ser uma BOA mãe. Sei que todas as mulheres passam por isso, e que a maioria encontra o seu caminho, o seu melhor jeito de criar um filho e formar uma família. Mas é que eu tenho muito medo de querer formar uma família perfeita, quando no fundo eu só quero uma família unida, companheira e cheia de amor.

Obrigada a todos que me fizeram companhia por aqui em 2011. Foi um ano turbulento para quase todos, foi um ano esquisito. Mas 2012 tá aí, e é ano PAR. Amo anos pares. PAR significa positivo. E é isso que eu desejo a você. Um ano muito positivo. Muito amor, muita saúde. Que Deus abençõe nossas vidas. Feliz 2012!!

 

Um coment??rio

dez 16 2011

Ultrassom Morfológico 2º Trimestre

Publicado por em Gravidez

Ontem fizemos o ultrassom morfológico do 2º trimestre. Ele é bem parecido com o do 1º, o médico mede uma série de coisas como distância entre os olhos, tamanho dos ossos, válvulas, artérias e órgãos do bebê.

O exame chega a ser tenso como o 1º, a cada coisa que o médico mede ficamos na ansiedade para saber se está tudo bem. Graças a Deus a Sarah é perfeita, está tudo muito bem, sem sinais de doenças genéticas ou neurológicas, com tudo funcionando a mil.

O engraçado é que ela não parava de se mexer. O médico sofria para conseguir medir algumas partes do corpo, pois toda vez que ele tentava, ela mudava de posição. Incrível como eles se mexem e nós não sentimos quase nada. Ainda sinto ela muito pouco, uma cócega aqui outra lá, não vejo a hora dela me chutar a toda hora, kkk.

Estou de 21 semanas, mais da metade da gravidez. Realmente passa rápido. E cada vez mais as preocupações com a lista infinita de coisas para se fazer vai ficando apertada no tempo, e os medos (todos imagináveis) só vão crescendo. É uma grande ansiedade e fico pensando como deve piorar lá pelo 9º mês.

Até agora estamos acima da média (médica), engordei 8 kilos. Sim, nada bom. E o 5º mês foi o mês da junk food. Comi muito mal, admito. Já estou recuperando o tempo perdido, mas daqui para frente o ganho de peso é inevitável por causa do bebê. Vou atrás da hidroginástica e tentar me mexer um pouco, pois não quero passar dos 15 kilos (cada um com a sua meta ok?).

E para terminar, fotinhas da minha princesa. Eu achei ela muito parecida com a minha sobrinha (por parte do meu marido), o que significa que ela talvez vá puxar para a família dele, o que muito triste me deixa. Ela pode parecer com o pai, mas só com o PAI e mais ninguém da família, kkkkkk.

Bom final de semana!

 

Nenhum coment??rio

dez 07 2011

Lojas em Orlando para enxoval

Publicado por em Gravidez

São diversas as opções de lojas em Orlando para comprar itens do enxoval do bebê, e TODAS valem a pena uma passadinha, sempre vai ter algo que vale a pena comprar, até nas lojas mais caras. E acredite, vá mesmo se for uma loja carézima, pois eu comprei vestidos em lojas como Polo Ralph Lauren and First Impressions MAIS BARATAS que na Carter’s (que é popular).

Vou listar as lojas na ordem que eu acho que devem ser visitadas e programação dia a dia.

PRIMEIRO DIA:

1) Target:

A Target é um hipermercado, e não uma loja de bebê. Mas me surpreendi com o preço e variedade de coisas. No meu caso fui primeiro na Carter’s (que não achei extremamente barata como todos dizem) e fiquei puta quando cheguei no dia seguinte na Target e as mesmas roupinhas da Carter’s estavam BEM MAIS BARATAS lá. Então vá primeiro na Target, onde você vai comprar bodies, toalhas, paninhos, sapatinhos, etc de marcas como Carter’s e outras e pagar mais barato. Lá também tem uma seção de roupas para grávidas, que não achei tão barata mas consegui encontrar umas peças que valeram a pena.

Endereço:

4750 Millenia Plaza Way
Orlando, FL 32839
(407) 541-0019

2) Babies R Us

Esta loja fica em frente a Target, então já aproveite que foi para essa região e já faça tudo por lá. A Babies R Us é como uma Alô Bebê (para quem mora no estado de SP), onde vende diversas coisas de bebê como mamadeiras, bicos, babá eletrônica, chupetas, roupinhas, cds, DVDs, enfeites, brinquedos, etc. Foi lá que comprei a maioria dos acessórios. Vende também bebê conforto, carrinhos, etc. (comprei esses itens pela internet (Amazon) para garantir que encontraria no tamanho, cores etc que eu queria).

Endereço:

4607 Millenia Plaza Way
Orlando, FL 32839
(407) 226-0139

3) Best Buy

A Best Buy é a famosa loja de eletrônicos, ideal para você comprar artigos deste tipo. Eu aproveitei para comprar uma câmera compacta que fosse ultra rápida para bater fotos de crianças (o que qualquer compacta não é, mas ficar com a minha profissional gigantesca trocando lente e carregando o tempo todo para tirar foto de um bebê não rola né?), e fiz uma compra fantástica, uma Canon que tem todas as funções da minha máquina profissional mas compacta e bate fotos inacreditáveis, e além de tudo, filma em HD. Na Best Buy comprei também os CDs e DVDs do Baby Einstein, que é uma fofura só. Bom para comprar computadores, tv, ou qualquer outro eletrônico.

Se você chegou por volta de 9 da manhã na Target, vai estar cansada dessa odisséia e nada melhor do que parar para almoçar. Você está do lado do shopping Millenia (que eu deixaria para ir outro dia inteiro), mas se tiver pouco tempo na cidade, já vá até lá, almoce por lá e visite as lojas recomendadas (veja dia 4 abaixo).

SEGUNDO DIA:

Premium Outlet (da Vineland Av)

Existem 2 Premiums Outlets, o da Vineland Avenue (em Lake Buena Vista) e o da International Drive. Vale a pena ir aos dois, mas gosto muito mais desse.

Endereço:

8200 Vineland Ave., Space 1112
Orlando,FL 32821

Vou falar sobre algumas das lojas de bebês, mas tem diversas outras que vale a pena, como Nike, Crocs, etc que vendem coisas e crianças também.

Olha só de sapatinho o que essa menina já tem:

 

 

 

1) Carter’s

A Carter’s é a loja mais famosa de roupa para bebê dos USA (e entre os brasileiros também). É do mesmo dono da OshKosh B’gosh (que é mais para crianças do que bebês (toddlers). E todo mundo dizia que era mega barata e que eu compraria horrores na loja. Realmente comprei horrores, mas porque pesquisei muito na loja e comprei o que estava em promoção (isso porque estava num outlet!!!). Não achei a maioria das coisas extremamente baratas. Um body mais chique custava 20 dólares. Se isso é barato é porque você nunca entrou na GAP e pagou 2,50 ou 6,99 num mesmo body como eu fiz. Tá, sei que comparado com o Brasil é bem mais barato mas não achei um arraso. Comprei vestidos chiquerrimos na Ralph Lauren e paguei 29 dolares, sacou a diferença? Por isso que sempre digo, VÁ EM TODAS AS LOJAS E PROCURE, PORQUE SEMPRE VAI ENCONTRAR BONS NEGÓCIOS. Mas é claro que a Carter’s compensa, dá uma olhada da quantidade de coisas que eu comprei somente nela:

 

 

2) Baby Gap

Loja de artigos infantis da Gap, sempre tem uma dentro da loja Gap, ou lojas somente Kids, Baby, Maternity. Eu acho uma das melhores, bodies lindos e baratos, vestidinhos, luvinhas, acessórios. Super vale a pena.

3) Polo Ralph Lauren Baby/Kids

Vende LINDOS artigos infantis, a preços uma pouco mais salgados, mas garimpando também encontramos vestidinhos lindos. Nos das fotos abaixo paguei em media 25 dolares, não vale super a pena?


(a pólo da esquerda e casaquinho do meio são da Tommy Hilfiger)

4) Tommy Hilfiger

Também cheia de coisas lindas mas a preços mais salgados, mas vale a pena comprar uma pecinha ou outra. Veja bem, estou falando que comprei na Carter’s mais de 100 peças, na Tommy 2 e na Ralph Lauren 4 peças. Essas duas últimas não são lojas para sair torrando, a não ser que você seja rica.

5) Disney Store

A loja do outlet vende diversos produtos da Disney, alguns com preços melhores outros não (acho as coisas da Disney bem caras!!!). Vale a pena dar uma olhada.

6) Motherhood

Loja de roupas para grávidas que eu mais gostei. É meio bagunçada e na frente da loja sempre estão as coisas mais caras, mas consegui encontrar camisas sociais e lindas calças para trabalhar. Gostei bastante, e comprei bastante sutiãs para grávidas e amamentação lindos, nem parece que são de amamentação. Procure no fundo da loja ou nos cantos onde ficam as promoções, tem vários ítens bem baratos, alguns bem cafonas mas se procurar vai encontrar coisas legais.

No outlet tem quase todas as lojas famosas, então você vai levar o dia todo e não só ficar nessas lojinhas aqui. Se o marido estiver junto, com certeza vai querer olhar outras lojas masculinas, então se prepare para passar o dia lá. Chegue cedo (abre as 10), se possível 9:30 para conseguir parar o carro numa vaga próxima às lojas, pois toda hora você terá que ir até o carro para deixar sacolas (não vai conseguir carregar tudo).

TERCEIRO DIA:

Premium Outlet (da International Drive)

Endereço:
4951 International Drive Orlando, FL 32819,
(407) 352-9600

Este outlet tem as mesmas lojas que você encontra no anterior mas sempre tem uma coisa ou outra para ver. Não gosto muito dele mas um ponto positivo é que tem a Ralph Lauren Home, onde você encontra aqueles lençóis, colchas, utensílios, toalhas, e outras coisas lindas dessa loja que é extremamente cara, mas no outlet dá para fazer bons negócios.

QUARTO DIA:

Mall at Millenia

Eu queria morar no Millenia. Que shopping lindo, agradável, sem multidões, com todas as lojas que amo, fora os restaurantes (Cheesecake Factory, te dedico!!!) que são muito bons. No Millenia você encontra as lojas de marca mas o mais legal além dessas (que tem nos outlets) são as seguintes:

1) Macy’s

Na Macy’s (que é uma loja de departamento) você encontra mais roupinhas da Carter’s, da Ralph Lauren, etc a preços bons também, fora as roupas da Motherhood e outras grifes para grávidas. Fica no último andar e vale super a pena. Lá tem também roupinhas da First Impressions, que é uma marca linda de morrer mas um pouco mais cara, mas que vale dar uma olhada. O vestidinho abaixo, como podem ver, tinha o preço de 49,5 dolares, mas estava com 50% de desconto então saiu mais barato que muita roupa da Carter’s, kkkk.

2) Pottery Barns

Esta loja é uma graça, mais focada em móveis e artigos para decoração, mas dá para comprar lindas colchas, cobertas, cobertores, acessórios de decoração lindos. Vale a pena conhecer.

QUINTA DIA:

Florida Mall

Desta vez não fui no Florida Mall, mas não gosto de lá. Acho feio e sujo, escuro. Só fui rapidinho para entrar na H&M e comprar sapatilhas que eu acho lindas, duram MUITO e são baratas (em média 12 dólares).

Se você tiver tempo, acho que vale a pena ir pois tem algumas outras lojas e passear em shopping é sempre legal.
Tem a Ross também que dizem ter vários opções (se garimpar bem) de marcas famosas a preços muito bons, mas eu não tive tempo de ir então não posso opinar.

De qualquer forma, o mais importante nesse processo é programar bem seus dias, ter uma lista das coisas a comprar e checar toda noite o que ficou faltando, e acima de tudo, não ter preguiça!!!! Boa sorte e boas compras, porque apesar de cansativo, é muito divertido!

8 coment??rios