fev 24 2016

Entramos no 6º mês!

Publicado por ??s 14:58 em Filhos,Gravidez

E hoje entramos na 22ª semana, ou seja, no 6º mês. Pode parecer que está passando rápido mas para mim está sendo bem devagar. Estou ansiosa por chegar logo a hora de ter um bebezinho novamente no colo. Estou ansiosa pela licença maternidade.

Já engordei 7 kilos, afinal não estou controlando a alimentação e nem estou fazendo exercícios. Isso tem um preço, claro, que é a contínua indisposição, sono, preguiça e dores nas pernas que sinto. Esta gravidez está sendo puxada….. afinal estou com 4 anos a mais (37) e 10 kilos mais pesada. Estou sofrendo bastante com a minha síndrome das pernas inquietas. Eu estava bem e sem sintomas desde a gravidez da Sarah, com eventos esporádicos e leves, mas foi só engravidar que os sintomas vieram fortes e constantes. Meia de compressão tem melhorado mas não resolvido, e dessa vez nem o remédio específico para isso tem resolvido. Às vezes durante a noite preciso levantar e dar um banho de água bem gelada para melhorar e conseguir dormir.

A lombar já começou a pegar, mas nada absurdo ainda. Na gravidez da Sarah, de acordo com as minhas mídias sociais, as dores vieram fortes no 7º/8º mês. Vamos ver como será daqui para frente. Eu não deixo de pegar a Sarah no colo, tudo autorizado pela minha médica, mas às vezes os 20 kilos dela dão uma leve pesada na mamãe aqui.

O post está parecendo de lamentação mas na verdade quero deixar registrado tudo que estou passando para que eu pense 2 vezes antes de engravidar do terceiro. Havia me esquecido das partes negativas da gravidez e só tinha lembranças da magia, kkkk.

David mexeu pela primeira vez no dia 22 de janeiro, estava com 17 semanas. Pelo que me lembro, no caso da Sarah, senti a primeira mexida com 20 semanas. Mas dizem que no segundo filho conseguimos identificar melhor. Nas últimas duas semanas ele começou a mexer de verdade e aumentar a intensidade dos chutes que não são mais apenas coceguinhas. Ele é bem quietinho (pelo menos por enquanto) e se esconde nos ultrassoms. Semana passada fizemos o segundo morfológico e está tudo bem com o sapeca, que já tem 28 cm. Mas ele não mostra a cara de jeito nenhum, rs, vai ser surpresa. Se bem que outro dia sonhei com ele no dia do nascimento. Ele era a cara da Sarah, nasceu pesando 4,250 kg e 53 cm. Será que vai ser assim mesmo?

Estou com quase todo o enxoval pronto por ter aproveitado muita coisa da Sarah e também do enxoval do bebê que perdi em 2013. Fomos para Orlando há duas semanas atrás e aproveitei para comprar o que faltava. Berço, cômoda, cadeira de amamentação, tive que comprar tudo novo porque vendi tudo da Sarah, mas achei gostoso comprar tudo novinho, pelo menos algo ele terá só dele, um trauma que eu levo por ser irmã mais nova e  ter que usar tudo usado (estojos, canetinhas, lápis de cor, livros….. meu sonho era ter uma caixa de lápis de cor só minha e novinha, rs!!!).

Estou bem ansiosa, talvez pelo fato de já ter passado por isso e nenhuma fase ser novidade. Na primeira gravidez temos livros para ler, se divertir com os aplicativos que te contam o que muda a cada semana, os exames, as pesquisas sem fim sobre enxoval, o que é útil ou não, qual decoração do quartinho, etc. Resumindo, muita coisa para ocupar nosso tempo. Na segunda gravidez somos bem mais práticas, já relaxamos na decoração, nos itens do enxoval, muita coisa já está pronta…… e o que queremos logo é o bebezinho no colo para curtirmos muito.

Sarah não demonstra ciúmes e tenho feito de tudo para isso. Digo todo dia que o irmão a ama muito e pula e chuta na barriga quando ouve a voz dela, que ele está dizendo que não vê a hora de conhecê-la, que ele vai amá-la muito….. ela tem reagido bem, sempre pega algo dela e diz que vai dar para o David, levando para o quarto dele. Às vezes é uma escova de dentes, um brinquedo, um desenho. Quero que eles sejam muito amigos, inseparáveis apesar do sexo diferente, e vou trabalhar para isso acontecer como puder.

Mas acho que percebi um certo grude dela em mim. Ela antes mesmo de engravidar já era grudinho com a mamãe, super chorosa, e tudo tinha que ser eu. Isso confesso que às vezes me tira e muito do sério, pois tem horas que estou cansada e tudo que quero é 5 minutos largada no sofá, e ela precisa escovar os dentes, fazer xixi ou quer água e ninguém pode fazer nada disso por ela se não eu. Cansa. Irrita. Demais. Solto uns gritos. Me arrependo. Peço desculpas.

Amo que ela seja grudada comigo e que cada dia esteja mais carinhosa. Assiste desenho na minha cama antes de dormir até cair no sono, quando levamos ela para a cama dela (e tem que ser EU! com essa barriguinha aqui!). Ela assiste o desenho agarradinha em mim, de mãos dadas, ganhando muitos abraços e beijos deliciosos na minha bochecha. E isso é só comigo. Ela não beija nem demostra afeto com ninguém, nem mesmo o pai. Mas isso também me preocupa quando o David nascer, pois não quero que ela sofra, mas terei que administrar muito bem esse assunto e confesso que é o que mais me preocupa.

Enfim, vamos levando, torcendo para o ano passar voando e julho chegar!

A foto abaixo é de 2 semanas atrás, quando completamos a metade da gestação (20 semanas).

10431700_10153924051913205_861165079370841666_n

Nenhum coment??rio

Trackback URI | Comments RSS

Comente