Arquivo da Categoria 'Família'

set 17 2011

Contando para os avós maternos

Publicado por em Família,Filhos

Meus pais são amantes de cachorros assim como nós. Eles tratam que nem filhos, nos deixaram ter cachorros somente quando eu tinha 18 anos e minha irmã 21. E quem se apaixonou foram eles. Sempre trataram que nem filhos, sofreram horrores quando eles se foram mas é um amor que vem de dentro. Eles simplesmente amam meus filhos, e por tal razão chamam de netos. Minha mãe só trata Mike, Becca e Bibi chamando de netos: “Mike, vem cá com a vovó”….

Então eu tive uma ideia diferente de como contar a ela. Comprei um babador escrito: “Eu amo a vovó”, e embrulhei de presente, já que o aniversário dela foi dia 10 de setembro. Mas aí fiquei pensando que ela não entenderia muito bem, que acharia que era alguma coisa ligada aos dogs. Então junto com o babador coloquei uma foto do ultrassom e escrevi “Oi vovó”. A cara dela foi impagável, algo muito inesperado, meu pai então, que sempre achei que não fosse ligar, ficou feliz e até emocionado (apesar de tentar disfarçar, como sempre – durão que só ele).

Eu tenho o sentimento que quando contamos aos nossos pais a gravidez toma outra proporção. Além dos pais, ninguém deseja mais este bebê que os avós. É a renovação do amor deles por nós, acho que é o renascimento deles na vida, quando já não tem mais papel ativo nenhum, começam a se sentir desnecessários, e aí de repente uma nova vida, uma nova chance.

Foi muito gostoso, valeu muito a pena. Amo dar alegrias aos meus pais, e essa com certeza será a melhor delas.

Nenhum coment??rio

set 13 2011

Consulta com outra médica e Terceiro Ultrassom

Publicado por em Família,Filhos

Me indicaram uma médica que foi diretora da maternidade do Einstein, é a médica da Carol Celico (mulher do jogador Kaká), da Isabeli Fontana, de tudo quanto é celebridade. Resumindo, a mulher é top de linha. Óbvio que só no particular e consulta os olhos da cara, mas resolvi ir até lá para ver qual rola (segunda opinião nunca é demais).

Não que eu não esteja confortável com a minha médica atual, mas sei lá, não estou 100%. E ferrou tudo depois da consulta, pois eu AMEI a médica nova. A Dra. Lucila não é aquela médica que fica te paparicando e dando pano para a manga, mas é MUITO experiente e mais velha, e mais importante, prioriza parto normal, que eu gostaria de tentar (calma gente que tenho alguns meses ainda para pensar na ideia). Enfim, coisa de primeiro mundo, nada de fazer exames e te dar guias de ultrassom etc…. nada disso, ela já me deitou na maca e já enfiou o ultrassom (de última geração claro) e na hora apareceu meu pitoco na tela, coraçãozinho batendo forte, já dava para ver os bracinhos (eram 2!!!) e as nadadeiras que serão as perninhas (também eram 2, rs!!). Ai, derreti. Adorei a médica, ela é meio diretona e no consultório é só milionário (meu carro era o único NÃO BLINDADO do estacionamento), mas valeu muito a pena. Fora que ela tem uma equipe que fica de prontidão no Einstein para as suas pacientes.

Agora o difícil vai ser falar com a outra médica, oh tristeza, gosto tanto dela e ela me trata tão bem há tanto tempo, me ligou para saber como eu tava esses dias, e tá comigo desde 2008 nessa expectativa de engravidar…. difícil viu? Tô angustiada com isso.

Mas pelo menos está tudo bem com o baby e consegui definitivamente acertar as contas das semanas. A barriga faz aniversário toda quarta-feira, e nessa dia 14/09 completamos 8 semanas de gestação. Na segunda vou colher o sangue para a sexagem fetal!!!!

Nenhum coment??rio

set 13 2011

Eita Mãe Insegura

Publicado por em Família,Filhos

Filho, sua mãe é muito insegura. Todo mundo fala:” Confia em Deus, Ele nunca nos desampara!” e eu quero confiar mas tenho essa mania de me preparar para o pior, sei lá porque.

Mas o fato é que sua mãe não enjoa desde sábado, e aí já está pensando mil bobagens né? Xô fantasmas malditos, vocês não pertencem a minha vida!

Hoje vamos em outra médica, uma médica famosa que trouxe ao mundo vários famosinhos como os filhos de Kaká e Carol Celico. Consulta baratinha filho, você nem imagina, rs. Mas falaram tão bem da mulher que eu acho que não custa nada eu ter uma segunda opinião né? O seguro morreu de velho, kkkkk.

Depois volto para contar. E para contar de quantas semanas estou, pois depois de tanto ultrassom já não sei mais de quantas semanas estou e nem que dia que a barriga faz aniversário.

Eita mãe louca essa sua.

Nenhum coment??rio

set 12 2011

David ou Sarah

Publicado por em Família,Filhos

Ainda não sabemos que vem por aí, mas olha, eu só consigo falar tudo no masculino. Tenha uma certeza tão grande que é menino. Tão estranho isso. Semana que vem completo 8 semanas e posso fazer o exame de sexagem fetal, e olha, se der menina, mamãe vai ficar muito feliz porque sempre quis uma menininha, mas que vai ser estranho, isso vai!

Nenhum coment??rio

set 12 2011

10 coisas que nunca te explicaram sobre ter um filho

Publicado por em Família,Filhos

Li este texto na internet, e adorei! Prometo que depois que o baby nascer, venho aqui comentar item por item, se concordo ou não. Na verdade, eu já sei que vou concordar com tudo isso, rs.

10 coisas que nunca te explicaram sobre ter um filho (daqui ó)

1) Depois de 9 meses sendo a protagonista, você passa totalmente ao 2º plano, todas as coisas girarão em torno daquele pequeno ser que transformará de forma irreversível a sua vida.

2) Será quase impossível nos primeiros meses sair de casa na hora prevista.

3) De repente, tudo vai parecer extremamente perigoso, desde a poluição emitida pelos carros até os germes do chinelo fedido que o bebê insiste em levar à boca.

4) Mesmo você não gostando de comparações… será inevitável não querer saber se o bebê do vizinho dorme bem de noite ou se faz mais de um cocô por dia.

5) Ser mãe é mais cansativo que ter um trabalho em período integral, porque agora período integral são 24hs ao dia, 7 dias na semana… Ser mãe é um trabalho não remunerado, mas você vai se sentir altamente recompensada no primeiro sorriso banguelo as 6 hs da manhã.

6) Você vai descobrir que tem sim super poderes. Tomar banho em 2 minutos e almoçar em 5 são só alguns exemplos.

7) Para escolher os restaurantes, você vai trocar o guia Michelin, por qualquer restaurante family friendly.

8) Vai recuperar do fundo do baú músicas infantis de quando você era pequena e fazer questão de cantá-las para o bebê, sem se importar com a voz desafinada e com as adaptações das partes esquecidas.

9) Nunca mais lerá más notícias do jornal sem pensar “podia ter sido meu filho” e jamais conseguirá ser indiferente ao sofrimento de todas crianças do mundo.

10) Vai sentir um verdadeiro transbordamento de amor na primeira gargalhada espontânea, ao escutar o primeiro “mamãe”, nos carinhos das mãozinhas pequenas e em tantos pequenos grandes momentos de felicidade que a maternidade proporciona.

3 coment??rios

set 12 2011

Medos

Publicado por em Família,Filhos

Tenho dois medos, aliás 3, que me assombram diariamente o tempo todo.

O primeiro, mais óbvio, é de perder meu baby.

O segundo é consequência do primeiro. Toda vez que faço xixi parece que estou escutando aquela música de suspense dos filmes do Hitchcok no momento que estou limpando com o papel. Fico tensa naqueles poucos segundos que duram até você olhar o papel higiênico branquinho e que ele continua mais branco do que nunca! Eita medo que me dá de ver uma manchinha qualquer de sangue ali. Só quem já teve DOIS sangramentos sabe muito bem do que eu estou falando.

O terceiro é consequência do primeiro também. Morro de medo de fazer muita força para fazer cocô e o bebê sair junto. Tá eu sei que é a coisa mais burra que um ser humano pode pensar, mas eu sinto tá? No dia que for com você quero ver se você vai fazer a maior força na maior tranquilidade.

Nenhum coment??rio

set 12 2011

O relacionamento do casal

Publicado por em Família,Relacionamentos

Rafa e eu estávamos em crise. Nem perto de uma separação, mas estávamos distantes. Coisas do casamento, da rotina, da convivência. Até comecei a fazer terapia por isso.

Depois que soubemos do baby, e principalmente depois que começamos a contar para nossas famílias, alguma coisa foi mudando em nós, principalmente no Rafa. Meu humor melhorou muito, segundo minha irmã estou com a veia cômica totalmente atiçada! Mas o Rafa também mudou. De repente não brigamos mais, estamos mais carentes um do outro, queremos estar mais juntos um do outro, sentimos mais falta um do outro, estamos mais pacientes um com o outro. Rafa voltou a dar aquelas risadas do passado, a se divertir com bobeiras. E pensar que ele pensava em voltar a tomar antidepressivos antes de sabermos da gravidez.

Impressionante como uma gravidez, um filho aproxima um casal (que ainda se ama, claro!). Estamos muito felizes, muito contentes que estamos montando nossa família!

E o papai só pensa numa coisa: a viagem de novembro aos EUA para fazer o enxoval do baby. Enquanto eu pesquiso sobre mamadeiras, roupas, carrinhos e acessórios, ele pesquisa sobre as lojas de roupa que ele adora. Segundo ele, o papai também tem que fazer um enxoval né? Kkkkk

Nenhum coment??rio

set 11 2011

Gosto Musical

Publicado por em Família,Filhos

Filho, acho que você vai puxar para o seu pai sabia? Mamãe AMA música dance e o som do carro tem que estar no toco, quase estourando os tímpanos. Seu pai detesta isso, tanto o estilo musical como o som alto.

Agora toda vez que a mamãe está no carro, ela se sente mal quando coloca o som alto. Não sinto dor, nem mal estar, nada físico. Sei lá, sinto uma energia negativa, como se estivesse incomodando alguém, e se tem uma coisa que a sua mãe detesta é incomodar alguém. Então tenho ouvido o som num volume mais razoável, mas posso arriscar a dizer que você vai ser do time do seu pai, rs.

Nenhum coment??rio

set 10 2011

Almoço no Ponto Chic

Publicado por em Família

Filho, hoje mamãe saiu da aula do MBA e foi encontrar com o papai no Ponto Chic. Esse restaurante, famoso pela invenção do Bauru, tem mais de 80 anos e é um clássico de São Paulo. Lá se come muito bem pagando preços razoáveis, além de poder se esbaldar no molhinho de cebola e observar as fotos antigas de São Paulo nas paredes.

Mas o que foi mais legal é que foi neste restaurante que mamãe e papai fizeram a sua primeira refeição juntos. Era o primeiro dia de trabalho da mamãe no Banco, ela iria substituir o papai e ele iria treiná-la para tal. Era 22 de novembro de 2002, véspera do aniversário da mamãe, e naquele mesmo dia o papai ia aparecer no niver da mamãe e um beijo muito gostoso ia rolar!!! Mas voltando àquele dia, depois de uma manhã de poucos afazeres e pouco treinamento (seu pai não saia do celular com uma amiga folgada dele), fomos almoçar. Mamãe, papai, tio Patrick (que foi padrinho do papai no casamento e que trabalha até hoje com ele, pai da Pietra que será sua amiguinha!) e o outro estagiário que substituiria o tio Patrick. E fomos no Ponto Chic.

Eu queria muito comer aqueles pratos deliciosos, sua mãe sempre teve cabeça de gordinha sabia? Aliás vou fazer uma pausa aqui para te contar uma coisa. Seu pai quando me conheceu e começamos a namorar, saíamos bastante para jantar, comer fora. Até que um dia ele falou assim para a mamãe:” Eu gosto de você porque você COME, não fica com frescura de saladas e dietas!” hahahahaha, naquela hora ele identificou a gordisse da mamãe, e deveria ter corrido fora. Seu pai era todo atleta, corria maratona, e agora é um barrigudo que ama comer que nem a mamãe.

Mas voltando, eu queria muito comer um daqueles pratos que pareciam maravilhosos, apetitosos, mas seu pai e seu tio Patrick resolveram pedir um beirute, o outro menino também, então eu pedi o tal do famoso Bauru para experimentar. Tava bom, mas fiquei com larica para voltar lá e comer as comidas.

Eu e seu pai íamos muito lá nos primeiros 2 anos de namoro. Primeiro porque era do lado do apto do seu pai, e segundo porque éramos durangos da silva e lá os pratos são gigantes por preços bem modestos, kkk. É, eu e seu pai já passamos por cada uma filho, um dia a mamãe te conta.

Nenhum coment??rio

set 10 2011

O enjoo

Publicado por em Família

Hoje foi o dia internacional do enjoo. Não tava sabendo não? Jesus como sofri. Tomeu Vonau 8mg e não fez efeito nenhum, talvez pelo fato do remédio ser sublingual e eu ter ENGOLIDO ele. Mero detalhe. Mas apesar de receitado pela minha médica, não gostei quando li a bula e falou que tem riscos na gravidez. Como ela tinha indicado também o Dramin B6, foi esse mesmo que eu resolvi tomar. O dia inteiro passando mal, e como ninguém sabe de nada, foi muito difícil esconder das pessoas que eu tinha muita vontade de vomitar na cara delas.

E a noite então? Tive até pesadelo de tão enjoada que acordava toda hora. No sábado e domingo o bonitão deu um desconto, mas foi só a segunda-feira começar que ele voltou, tímido mas voltou. Faz parte. Li num blog que enjoo é coisa boa, é sinal de que o corpo está trabalhando bem e que muito hormônio está sendo liberado para segurar o bebê. Então assim sendo, garçom, desce 4 horas de enjoo e uns 5 vômitos ok?

Nenhum coment??rio

« anterior - pr??ximo »