Arquivo da Categoria 'Gravidez'

abr 28 2012

Rumo à 41 semanas…

Publicado por em Gravidez

E essa menina não quer dar as caras de jeito nenhum. Estamos de 40 semanas e 3 dias, e nem sinal da barriga baixar. O fato é que Sarah ainda está mega alta, o que desanimou a equipe de médicos em relação a um parto normal. Vão esperar 10 dias da data prevista (que era dia 25) ou seja, até sexta que vem (dia 04), e aí segundo minha médica nem adianta induzir, é cesárea na certa.

Óbvio que fiquei arrasada, pois além do pavor de me cortarem, eu queria muito sentir a emoção de entrar em trabalho de parto, sentir as contrações, e também que ela sentisse que tem algo diferente acontecendo, que tudo vai mudar. Fico imaginando ela dormindo na barriguinha quentinha, de repente um luzão na cara, um frio, gente esfregando ela, colírio no olho, aspiração no nariz… é muito estressante, e sem nenhum aviso ainda deve ser pior, rs.

Enfim, não adianta ficar sofrendo, estou tentando me conformar. Acho que vem uma cesárea por aí. Mas queria muito, e estou pedindo MUITO para Deus e para ela a todo instante, que eu entre em trabalho de parto, mesmo que chegue lá e vá direto para a cesárea, mas eu quero muito que a Sarah escolha o dia que ela vai nascer e que eu viva essa emoção. Vamos ver no que dá.

A médica acha difiícil ela descer, disse que se ela não desceu ainda é porque tem algo errado, provavelmente a minha bacia que é estreita…. mas eu não perdi a fé ainda não, estou fazendo exercícios na bola, caminhando bastante, e óbvio, fiz outra promessa.

Meu peso continua o mesmo, graças a Deus. As estrias na barriga só aumentando (nasce logo filhaaaaaa!!). Ontem foi meu último dia no trabalho. O ritmo tava punk e agora eu preciso descansar para me preparar para a chegada dela, nada de ficar me preocupando com trabalho. Continuo me sentindo SUPER bem, sem dor nas costas, sem canseira, sem nada. Às vezes até esqueço que estou grávida. Continuo dirigindo, fazendo de tudo.

A ansiedade começando a bater. Malas todas prontas, quartinho todo pronto, casa toda pronta. Ela tá demorando TANTO para chegar que consegui arrumar TODOS os armários da casa, fazer limpeza em papéis, livros, roupas, etc. Fizemos uma limpa aqui. Tudo organizado, limpo, no seu lugar. Só falta ela para ocupar o lugar dela.

Vamos ver no que dá… domingo tem mudança de lua… quem sabe… vamos torcer….

De qualquer maneira, em poucos dias estarei com a minha pequena nos braços.

Hoje colocamos a mezuzah na porta do quarto dela, fizemos a oração e a benção. A noite vou ungir o quarto com óleo que trouxe de Israel, e fazer mais orações.

Ai, ai… essa doce espera…..

Fotinha da mamãe semana passada e da mezuzah!

 

Nenhum coment??rio

abr 23 2012

Book da Gravidez

Publicado por em Gravidez

Nada contra quem faz book de gravidez em estúdio, tira foto de biquini, marido de sunga, pinta barriga, etc. Só que para mim não serve, acho cafona e pronto.

Mas queria ter umas fotinhas mais arrumadinhas da gravidez, e também fotos dos meus filhos caninos. Então uni o útil ao agradável e resolvi contratar a Fotopets (www.fotopets.com.br) para tirar fotos da família numa praça que amamos ir com os cachorros e que é a nossa segunda casa. Marcamos num domingo bem cedo e ficamos mais de 3 horas por lá. Foi tudo de bom. O resultado de algumas fotos vocês podem ver abaixo.

Eu estava de 34 semanas, fotos tiradas no dia 18 de março (há mais de 1 mês atrás).

Nenhum coment??rio

abr 21 2012

Sobre visitas à maternidade!

Publicado por em Gravidez

Eu sempre tive uma opinião formada sobre visitas à maternidade: achava UÓ. A mulher tá alí, exausta, de camisola, com dor, sangrando, aprendendo a amamentar, puta momento íntimo e você lá, num espaço de menos de 20 metros quadrados, querendo que ela te faça sala. Achava absurdo e só ia visitar na maternidade amigas muito íntimas e família.

Até que eu engravidei.

E comecei a ler e conversar com outras mães sobre o assunto. E me convencer do benefício da visita à maternidade. E mudei de opinião. Comigo vai ser assim: ou visita na maternidade ou somente um mês depois (no mínimo) na minha casa. O motivo principal que me fez mudar de idéia foi a estrutura que você tem no hospital e a duração das visitas, que será bem mais curta do que na sua casa. Fora que em casa você terá que se preocupar com o cafézinho, servir algo para comer, ter que lidar com a rotina do bebê, servir as coisas e no meu caso, administrar 3 cachorros para não incomodar a visita (principalmente para aquelas visitas chatas – a maioria – que não gosta de cachorro ou que diz que gosta mas fica visivelmente incomodada quando o cachorro chega perto ou da aquela lambidinha de leve no pézinho dela). E em casa a pessoa fica no mínimo 1 hora e meia, quando no hospital as visitas tendem a durar de 20 a 30 minutos (para aqueles que tem bom senso, óbvio).

Então pronto, decidi que vou aguentar o look inchado e bizarro de recém parideira e receber os amigos (que será um prazer) e os conhecidos no hospital mesmo (como conhecidos do meio profissional – acho isso péssimo mas infelizmente tem gente do seu trabalho que se acha íntimo o suficiente para te visitar num momento desses). Vamos selecionar os mais chegados, claro, e mandar email avisando sobre o nascimento e os horários de visita.

Agora, depois que chegar em casa, quem quiser visitar vai ter que esperar no mínimo 1 mês. E quem não gostar de cachorro nem precisa ir, porque eu amo meus cachorros mais que a meus pais, então não tenha a pretensão de achar que eu tenho que te aturar se você não gosta de um ser que é infinitamente superior a você (deu para notar o sangue escorrendo pelo boca?). E quem gostar de cachorro e for visitar, tem que levar presentinho para os dogs também, afinal se houvesse outra criança na casa você levaria para ela não ficar com ciúmes não é? Hhahahahah, brincadeira gente.

Mas falando sobre a visita em si, encontrei este post aqui e esse outro post que gostei bastante (com exceção da parte das flores, rs). Fala sobre o assunto e os bons modos. Vale a pena ler e entender um pouco mais sobre esse momento íntimo (ÍNTIMO gente!!!!) da família que acabou de nascer.

E aqui um guia de boa conduta nas visitas!

Lembre-se de não levar FLORES, pois a maioria das maternidades (inclusive a que terei a Sarah), não permite que as flores fiquem no quarto, então se durante a gravidez você não deu nenhuma lembrancinha para o bebê, leve algo simples como uma roupinha, uma meia, um mordedor, um brinquedo ou até chocolates para a mãe, mas flores não tá?

Beijocas!

2 coment??rios

abr 20 2012

O quartinho dela

Publicado por em Gravidez

Só para dar um gostinho para vocês.
Como já havia explicado, optei por um tom neutro.
Gostaram?

Nenhum coment??rio

abr 18 2012

39 semanas

Publicado por em Gravidez

Primeiro de tudo, mil desculpas pelo sumiço, mas por incrível que pareça, agora na reta final, estou trabalhando mais do que nunca. As coisas no trabalho estão a mil por hora e além disso tenho que deixar tudo pronto para a minha ausência.

Hoje completamos 39 semanas. Nossa como passou rápido!!! Dá para acreditar que já estamos aqui? Eu nem imaginava que chegaria a tanto. Hoje foi dia de consulta, e fazer o cardiotoco (exame que escuta o coração do bebê). E a Sarah estava com o maior soluço do universo tadinha. É tão gostoso escutar o coração dela, saber que está tudo bem, que ela está na posição certinha, que está se desenvolvendo bem.

Segundo a médica, o cólo do útero está bem fechado e ela continua um pouco alta, ainda que a barriga tenha descido um pouco. Isso significa, nas palavras da médica, que “vai longe ainda”. Será que chegaremos até 41 ou 42 semanas?

Essa foto minha e do Rafa foi tirada neste sábado, com 38 semanas.

E esta eu tirei da barriga nesta segunda (16/04)

Apesar da vontade de ver a carinha dela, não estou tão ansiosa. É um mix de medo do que vem por aí, das mudanças, do desconhecido. E também saudade da barriga já. Amei estar grávida, foi um momento lindo da minha vida, nunca fui tão feliz, tão amada, tão paparicada, nunca me senti tão especial. As pessoas sorriem de graça para você na rua, te dão preferência para tudo, você vira um ser iluminado que carrega uma vida dentro de você e não tem quem não ache isso especial. Esse final de gravidez, que para muitas mulheres é terrível, para mim está sendo maravilhoso. Não tenho mais dores nas costas, a azia melhorou bastante, durmo que é uma beleza, nem o xixi tá tão frequente. Tudo ao contrário do que ouço por aí. E disso só concluo uma coisa: era para ser assim pois foi de um tanto especial.

A única coisa que tenho sofrido bastante é de alergia. Jesuis, como sofro. Mil remédios, inalações, banhos, etc. Mas faz parte. Continuo trabalhando normal, dirigindo normal, carregando peso, cuidando de tudo como a sargentona que eu sempre fui. Não sou dessas grávidas molengas que mal consegue se levantar sozinha. Odeio depender dos outros para qualquer coisa e na gravidez não seria diferente. E estou me sentindo ótima assim, então estou tranquila.

Meus pés começaram a inchar, mas nada absurdo. Em alguns dias, como o dia abaixo, ele fica bem bisnaguinha, rs. Mas é raro. Continuo usando a meia de compressão sempre que possível.

Meu peso continua o mesmo há 4 semanas. A promessa de não comer doces para ela virar ajudou e muito. Estou comendo bastante e não engordando nada por não comer doces. No começo foi difícil mas já me acostumei e estou muito contente por não ter engordado mais. Até agora foram 17 kilos. Minha meta eram 14 kg, então não extrapolei tanto assim.

As estrias, poxa vida, explodiram na parte abaixo do umbigo. São tantas que nem dá mais para contar. Já estou guardando dinheiro para as aplicações de laser depois que ela nascer, kkkkk.

Já está tudo pronto, falta muita pouca coisa. Estou até um pouco aliviada que vai demorar mais um pouquinho pois aí tenho tempo para dar uma descansada e arrumar as coisas que faltam.

Eu gostaria que ela nascesse no dia 02 de maio, quando completo 41 semanas. Será? Façam suas apostas!!!
Assim que ela nascer com certeza darei notícias. Se não for por aqui, será via instagram (@cburin) ou twitter (@cburin), que tem aí no canto direito as atualizações.

Beijocas!

PS: no último ultrassom ela já estava com 3,2 kg (há duas semanas atrás). Acho que vem por aí uma bebezona!

Um coment??rio

mar 28 2012

9 meses!

Publicado por em Gravidez

Hoje completamos 36 semanas, ou seja, entramos no 9º mês.
Impressionante como a partir da semana 20 o tempo voa… a gravidez demora para chegar na semana 20, mas quando chega, passa voando.

A barriga tá cada vez maior (e cheia de novas estrias, faz parte), mais pesada, mais gostosa. Já sinto saudades de estar grávida, dos olhares doces de desconhecidos, das pessoas me perguntando quanto tempo estou, de todo mundo pensando no seu bem estar. É gostoso demais, e quem não gosta de ser mimado?

A Sarah se mexe horrores, e nesse final é um barato pois a barriga vai para um lado e para o outro, é bem bizarro, sinto como se tivesse um alien dentro de mim, rs. Ela tem se mexido muito e me dado uns chutes cada vez mais fortes e mais gostosos, é realmente uma benção gerar um filho.

Minha gravidez até agora foi muito tranquila, não tive problemas de saúde, insônia, enjôos, mal estar, etc. Estava dormindo muito bem mas o que começou a pegar agora é o nariz, que vive congestionado. Nos últimos 3 dias estou sofrendo horrores, inalação, remédios, banho, nada resolve. Está difícil de trabalhar, de comer e principalmente dormir. E estou começando a ter as temidas insônias de madrugada. Geralmente acordo por causa do nariz ou xixi e fico pensando em várias coisas e perco o sono…. mas faz parte, para já ir me acostumando, rs.

Para minha pequena virar (estava sentada) fiz uma promessa de não comer doces até ela nascer. Já faz 3 semanas e tem sido ótimo pois não engordei NADA nesse período. Até agora são 16 kilos no total. Fiz também muito alongamento na bola suíça, fiquei de ponta cabeça, engatinhei, espremi a barriga, etc, tudo possível para a pequena virar, e como Jesus é demais, ela virou!!! Está certinha, e agora é continuar torcendo para ela ficar assim, bonitinha, e ir se preparando para encaixar na bacia da mamãe e podermos tentar o parto normal que tanto quero.

O quartinho dela já está pronto, só falta o lustre que meu pai vai colocar na páscoa. Aí postarei fotos para vocês. As roupinhas estão lavadas, mala da maternidade pronta, faltam bem poucas coisas que pretendo finalizar no feriado com minha mãe aqui para me ajudar. Essa reta final passa tão rápido, são tantos detalhes e nossa memória e raciocínio ficam muito lesados!

Na sexta fui conhecer a maternidade, adorei. Foi tão gostoso, pela primeira vez fiquei ansiosa por te-la em meus braços. Tanto neném gostoso, pequenininho….. ai, só de pensar que está chegando a minha hora dá um frio na barriga, um medo do desconhecido, de como vai ser, o quanto a vida vai mudar…. são tantas emoções, rs.

E vamos que vamos, pois agora falta pouco, muito pouco para eu te ter nos braços filha.

Um coment??rio

mar 20 2012

Ansiedade dos priminhos

Publicado por em Gravidez

Hoje recebi um email da minha cunhada com um desenho fofo que minha sobrinha (de 7 anos) fez para a Sarah. Minha cunhada disse que eles estão ansiosíssimos, que só falam na priminha que vai chegar (tem o irmão dela de 4 anos também). Achei tão fofo que para nunca esquecer desse momento e para a Sarah saber o quanto já era querida mesmo na barriga, resolvi postar o desenho aqui para ficar na memória.

Na boca do neném (que mais parece um cachorro, rs) está escrito: “A titia me ama” e na frase ao centro ela escreveu a seguinte mensagem: “Sarah eu te amo muito, mesmo sem saber se vc vai ser cabeludinha ou muito cabeluda”. Não é coisa mais fofa do mundo? Eles vão enlouquecer (espero que não seja de ciúmes, rs) quando ela nascer.

Amanhã completo 35 semanas de gestação, estamos próximos, semana que vem entro no 9º mês e a partir de 38ª semana ela pode nascer. Na consulta da semana passada ela continuava sentada e pelo que eu sinto na minha barriga ela continua assim (sinto muitos chutes no baixo ventre), para a tristeza da mamãe. Mas não desisto não, vivo de cabeça para baixo, engatinhando, alongando na bola, e continuo firme e forte na minha promessa. E essa preciso registrar aqui para ela saber que desde pequena mamãe já se sacrificava por ela, rs. Fiz uma promessa que não comeria nenhum tipo de doce até ela nascer (sim, sou pirada!). Já se passaram 2 semanas e estou firme e forte, sofrendo que nem louca mas a cada dia menos sofrida. A promessa veio a calhar, faz 2 semanas que não engordo NADA, para quem vinha num ritmo de 1 kg por semana, é very good news. Na consulta da semana passada eu até emagreci, fiz questão de chamar a médica, a enfermeira, a assistente e deixar BEM registrado que em alguma consulta eu EMAGRECI, rs. Vamos ver como serão essas últimas semanas, onde o ganho de peso acaba sendo inevitável por causa do ganho de peso do bebê. Até agora engordei 16kg e não gostaria de passar dos 20kg.

Quanto a mim, estou muito bem, obrigada. Se toda gravidez for assim, tá fácil. Durmo a noite toda, não tenho dores NENHUMA nas costas, não tenho vontade de fazer xixi a cada meia hora (acho que pelo fato dela estar sentada), não tenho prisão de ventre (idem anterior), não tenho sono, canseira, falta de ar, nadica de nada. Continuo mega disposta, ou melhor, ainda estou disposta. A única coisa que enche o meu saco é o nariz entupido o tempo todo, isso cansa!!! Ah, e também tem a azia, mas não é sempre e nada insuportável. Quando ela aparece chupo uma pastilha anti-ácida e pronto, resolvido.

Sarah está com tudo aqui na barriga, mexe muito, e nesta fase é muito legal ver a barriga se contorcendo, os vários chutes, é sempre muito bom sentí-la. O único incômodo é que sua cabeça está bem abaixo do meu seio direito, perto do coração, e dói o dia todo a pressão que sinto.

Já estou me preparando psicologicamente para me despedir do meu santo cafezinho diário. Não sei como viverei sem café, não sei.

As roupinhas de RN e até 3 meses já estão lavadas, inclusive as fraldinhas de boca, de banho e paninhos. Algumas coisas já estão prontas, outras ainda faltam. Semana passada pintei a sala, essa semana chegam parte dos móveis da sala, do quarto dela já chegou tudinho, com exceção da cortina e do lustre que o vovô vai colocar na páscoa. Ainda tenho algumas coisas do enxoval para comprar, devo fazer isso este final de semana (não aguento mais gastar dinheiro).

Em relação ao drama babá x empregada, decidi ficar com uma empregada que topasse cuidar dela, caso eu opte por isso quando voltar a trabalhar. A irmã da minha empregada, uma senhora que já cuidou de 4 filhos, vai começar a trabalhar para mim em abril. Gostei dela e acho que vai dar tudo certo.

Com a hora chegando não posso dizer que estou super ansiosa. Lógico que quero ver o rostinho dela mas ao mesmo tempo já sinto saudades do barrigão, de estar grávida, dos mimos constantes, dos sorrisos dos desconhecidos na rua….. Além disso vem o medo. Medo de ser mãe, de não dar conta, de não conseguir impor rotina, de não conseguir amamentar, de deixar os filhos caninos de lado… enfim, muitos medos e incertezas, mas, faz parte! There is no free lunch right?

E agora resta esperar….. esperar para conhecer a minha nova vida, a minha nova razão de viver. Falta pouco.
Foto do barrigão de quase 9 meses:

Nenhum coment??rio

mar 08 2012

Tentando ver o lado bom, o meio copo cheio….

Publicado por em Gravidez

Essas últimas 24 horas não tem sido fáceis…. não aconteceu nada de mais, mas fiquei bem chateada.

Ontem foi dia de consulta médica. A pequena está ótima, 2,2 kilos já. Completamos 33 semanas e faltam somente 5 para ela estar pronta para nascer. Mas durante a consulta a médica confirmou o que o ultrassom do laboratório já tinha me dito: Sarah está sentada. Juro que na hora minha vontade era de ficar de ponta cabeça durante 24 horas todos os dias até essa menina virar.

Não entendi porque essa pequena resolveu sair da posição correta que ela já estava desde a 28ª semana, levando os planos para o parto da mamãe para o lixo. Sempre que alguém me perguntava sobre o parto, eu sempre dizia que quem escolheria o parto seria a Sarah, pois não adianta nada a mãe se programar se o bebê não colaborar (caso da minha preguiçosinha).

Mas eu realmente não queria fazer uma cesária programada. Eu estava preparada para tentar um parto normal, esperar a bolsa estourar ou as contrações começarem, e se não houvesse dilatação tudo bem fazer uma cesárea. Mas já saber que não vou ter outra alternativa a não ser a cesárea, me deixou BEM chateada, muito mesmo. Quando vejo fotos e vídeos de cesárea acho tão, mas tão frio, feio, sei lá, falta hormônio, calor do corpo…. enfim, não era a minha primeira escolha. Nada contra quem tem essa opção, mas para mim não era o que gostaria de vivenciar.

E agora, só me resta torcer muito, orar muito para ela virar. Tenho conversado com ela o tempo todo, mas já percebi que é igual ao pai, teimosa, não me escuta, faz o que quer sem se planejar, rs. E fiquei arrasada ontem a noite por causa disso, e pior ainda, me sentia a pior mãe do mundo por estar chateada por ela não estar fazendo a parte dela….. podem me crucificar, sei que é absurdo, mas era assim que eu me sentia. Óbvio que depois disso passou, mas continuei triste….

E aí para ajudar a semana maravilhosa, hoje acordei com megas estrias vermelhonas na barriga, daquelas que nenhum bikini vai esconder depois…. fiquei arrasada, ainda mais. Corri na minha dermatologista que já mandou fortalecer as fórmulas que estou usando…. vamos ver o que vai virar, essas não vão sumir mais, mas se pelo menos não sair outras já estarei no lucro….. mas como ainda tenho 5 semanas pela frente e são nessas 5 semanas que a barriga vai esticar mais, prevejo muitas lágrimas pela frente.

Pelo menos hoje começaram a instalar o papel de parede do quartinho dela, já entregaram os móveis e amanhã vão montar, e o quartinho estará pronto, só faltando a cortina (que chega no final do mês) e a instalação do lustre, que já está lá. Mas pelo menos fico mais tranquila em ter tudo pronto, agora é começar a organizar as coisas e lavar as roupinhas do dia a dia (da maternidade já está tudo pronto).

Fiquem com uma prévia do papel de parede (apesar de não dar para ver direito!). Assim que estiver tudo pronto vou postar fotos para vocês.

Beijocas!

Um coment??rio

fev 29 2012

Ter ajuda ou não?

Publicado por em Filhos,Gravidez

Desde antes de engravidar sempre tive em mente que teria babá.

Meu trabalho não é daqueles com horários super regrados, nada absurdo também, mas tem dias que não consigo sair às 18 horas em ponto e tem o lance das viagens também.

Parar de trabalhar nunca passou pela minha cabeça, minha renda é fundamental e as contas da casa também dependem de mim, infelizmente não sou daqueles casos que a mulher ganha bem menos que o marido e pode deixar de trabalhar pois contribui pouco e o custo da babá ou escolhinha seria quase o salário dela. Digo infelizmente pois eu gostaria sim de parar de trabalhar no primeiro ano de vida da Sarah para me dedicar a ela, mas não posso.

E daí que sempre pensei que teria que ter babá, primeiro para não enlouquecer com tantas tarefas, segundo para ter tranquilidade para trabalhar sem pressão de horário.

Quando engravidei, uma senhora que já trabalhou na minha família como doméstica, cuidadora de idosos e babá, se ofereceu para vir morar comigo e me ajudar (ela é da minha terra natal, Ribeirão Preto). Eu fiquei bem aliviada, pois a conheço bem e sei que ela tem um amor enorme por crianças e principalmente ela não tiraria TANTO a nossa liberdade, pois está sempre entre nós nos eventos e viagens da família. Fiquei feliz também pelo fato de que ela ama cachorros, inclusive adotou um resgatado meu, e isso também é importante no meu caso pois tenho 3 filhos caninos que “tomam” conta da casa e para aguentá-los, tem que gostar muito de cachorro (lambidas o tempo todo, trocar jornal com xixi/cocô toda hora, brincar, dar atenção, cuidar, etc.).

Estava tudo certo. Eis que nas últimas duas semanas, agora que está se aproximando a hora de dar a luz, comecei a já ficar na dúvida do que eu queria, cheguei a conversar com várias pessoas sobre isso. Ao mesmo tempo que teria tranquilidade com ela, me incomodava muito o fato de ter alguém 100% do tempo na minha casa. Me preocupava também o fato de não dar certo, e com ela seria mais complicado “mandar embora” pois ela estaria largando a vida dela para morar em SP, como poderia eu mandá-la devolta assim do nada e ela sem emprego?

Enfim, estava começando a ficar angustiada. E aí que Deus sempre opera milagres na minha vida, e ele sempre traça meu caminho para a luz. Hoje essa senhora me ligou dizendo que não vem mais para SP, pois não consegue deixar a vida dela e os filhos (apesar de crescidos) que ainda demandam muito dela.

Confesso que fiquei um pouco aliviada. Eu queria mesmo cuidar da Sarah sozinha, fazer tudo ao meu gosto, do meu jeito, ficar sozinha em casa (coisa que amo). Não vai ser tão difícil durante o dia pois serei só ela e eu, pois os filhos caninos vão para a escola (maravilhosa por sinal, super indico para day care ou hospedagem qdo você viajar => Caominhando) todo dia e voltam só no fim da tarde, normalmente exaustos de tanto brincar.

Mas o que me preocupa é depois do fim da licença maternidade. O que fazer? Escolinha ou babá? Estou bem inclinada à opção escolinha, por mais que me doa o coração deixar um bebê de 5 meses na escolinha. Mas como deixá-lo com alguém que eu não conheço? Por mais que essas babás tenham indicações, referências, que usemos câmeras de vídeo, eu não me sentiria confortável. Eu não sei mandar em empregado, não sei dar bronca e falar o que eu penso e o que eu não gostei. Vou pegando raiva da pessoa mas não falo, como posso então ter uma pessoa para cuidar da minha filha? Fora as histórias mais bizarras que ouvimos sobre babás que roubam, usam suas coisas (roupas, maquiagens, etc), que folgam no telefone/internet, etc. Eu não sei se eu ficaria bem nessa relação, ainda mais tendo que conviver com uma estranha na minha casa durante a noite.

E daí que eu ainda não sei o que vou fazer, mas acho que a probabilidade de escolinha está bem cogitada. Mas ainda falta tempo, e antes de qualquer decisão preciso conhecer a rotina, o dia-a-dia de ser mãe, entender as necessidades que um bebê traz e quanto tempo vai demandar, e aí sim tomar a decisão.

E para piorar, minha emprega trabalha de manhã na minha casa e a tarde em outra casa. A patroa da outra casa acabou de engravidar, e quer que a minha empregada fique em período integral cuidando da casa e da neném. E ela está bem inclinada a aceitar, disse que pelo menos até o fim do meu resguardo (ela que usou esse termo, rs!) ela fica comigo. Ou seja, são grandes as chances de perder a empregada TAMBÉM. Então os próximos meses serão de desafios, provavelmente ter que encontrar alguém que trabalhe de ajudante do lar, treinar, acostumar, etc…. cuidar da Sarah sozinha, dogs na escola e quando acabar a licença maternidade, escolinha para a minha pequena. E só de pensar nisso me dói. Imagina quando chegar a hora.

É por isso que eu sempre tenho vontade de ESGANAR a geração anterior a nossa que clamou independência feminina. Não me levem a mal, adoro meu trabalho e me sinto muito realizada, mas acho que a natureza feminina não foi feita para isso, foi feita para cuidar da cria enquanto o homem cuidava da caça. Nessa de tentarmos fazer de tudo só nos transforma em seres estressados e frustados em algum setor das mil e uma utilidades. Sempre vai ter um ponto que vai ser frustante, se não for o trabalho, será o casamento, o falta de convívio com os filhos, etc. Não temos NUNCA como ser onipotentes nem onipresentes, sempre vai haver uma lacuna. Queria ver essas feministas nos dias de hoje, se dariam conta de tantas tarefas, rs.

Vamos em frente, pra tudo dá-se jeito. Não é?

Nenhum coment??rio

fev 27 2012

Fotinhas!

Publicado por em Gravidez

Como prometido, fotos da barriga de 8 meses.

 

Ontem (26/02) fizemos ultra 3D para ver a pequena. Vejam vocês se não é a cara do pai (pro desgosto da mãe)? Na última foto abaixo a direita ela está sorrindo, essa menina sem vergonha já estava rindo da cara da mamãe, rs.

 

 

Ela já está pesando quase 2 kilos e tem 40 centímetros. Uma bebezona. O médico ficou impressionado com o tamanho do femur e do pezinho dela, disse que ela será grandona, rs.

Ai filha, quero que fiquei tudo prontinho logo e você chegue para transformar nossa vida de maravilhosa para espetacular. Segura a ansiedade da sua mamãe, e se prepara que por causa dessa ansiedade você vai notar altas doses de chocolate no sangue, rs.

 

Nenhum coment??rio

« anterior - pr??ximo »