Arquivo da Categoria 'Trabalho'

jan 13 2010

Cancun

Publicado por em Trabalho,Viagem

Algumas fotinhas para vocês.

Beijocas do paraíso caribenho que faz frio e tem ameaça de tsunami por causa do terremoto em Haiti.

11012010123

11012010121

11012010122

11012010124

IMG00081-20100111-1516essa sou eu congelando de frio no restaurante a beira mar e pedi um roupão para aguentar!

IMG00069

IMG00071E aqui é onde passo o dia todo fazendo reuniões.

Beijossssssssssss

3 coment??rios

out 25 2009

4 anos de London

Publicado por em Família,Trabalho,Viagem

Há 4 anos atrás eu desembarcava em Londres para uma das mais fantásticas (para bom e para ruim) experiências da minha vida. Lá ia eu, que já não era mais uma menina, que não tinha medo de morar em outro país, mas que aos 26 anos enfrentava a primeira experiência profissional de verdade da vida. Eu não era mais uma estagiária, era uma recém contratada de um Banco Internacional que estava gastando um bela de uma grana, um mega investimento, e na coragem resolveram apostar em mim.

Eu estava super tranquila quanto a vida lá, quanto o dia-a-dia, distância da família, etc. MAs não tinha nem um pouco de sossego quanto ao meu trabalho. Fui enviada para fazer algo que nunca havia feito, e que ninguém (nem eu mesma) sabia se seria capaz.

MAs graças a Deus deu tudo certo. Foram várias turbulências, trabalhava até no mínimo 9 da noite todo dia, final de semana, odiava o que eu fazia, um ambiente super competitivo e todo mundo me odiava por causa de todos os privilégios que eu tinha. Eu era expatriada, isso significa que além do meu salário no Brasil (q se eles soubessem a merreca que era não teriam inveja de mim), eu tinha todas as despesas pagas. Mas o banco exagerava. Me deram um duplex para morar há 4 quarteirões do palácio de Buckingham, num prédio chiquérrimo, pagavam todas as minhas contas (luz, gás, etc), me davam um mega plano de saúde (que não é comum por lá, todo mundo usa o sistema público – NHS), e ainda me davam 1.000 libras para comer por mês, o que equivalia na época a mais de R$4 mil, sendo que eu não gastava nem 300 libras.Além de tudo isso os caras me davam uma passagem para o Brasil de classe executiva a cada 3 meses, que se você não usasse eles te davam em dinheiro, eram algo como 4.500 libras, faz as contas bixa, era muita grana, e eu nunca ia, guardei o dinheiro das passagens e levei meus pais, eu e meu marido num tour por Inglaterra, França e Itália durante 1 mês.

Resumindo, eu tinha um vidão de rainha mas não aproveitava porque trabalhava que nem camela. Mas conseguimos além da viagem acima fazer mais umas 3 ou 4. Fomos para Amsterdam, Munich, Berlim, Leon, Paris (500 vezes) e Oxford. Foi bom sim, mas quem ficou 1 ano e meio lá poderia ter viajado mais né? Mas foram várias as vezes que pensei em programar uma viagem e vinha bomba do trabalho. E depois de um tempo Rafa voltou para o Brasil e eu fiquei miserável, sem vontade de nada.

Óbvio que este momento tão especial da minha vida só foi possível pela minha eterna cara de pau, e estar no lugar certo na hora certa. Mas além de tudo isso, o apoio do Rafa. Num belo dia, um 15 de Agosto, recebi um e-mail que falava assim (nunca vou esquecer):

“Dear Cynthia,

We want to move forward with your assignment in London. Would October 1st be ok for you to start?”

E eu fiquei olhando para a tela do pc, não sabendo se aquilo lá era real, chamei meia dúzia para ler, queria pular, gritar, que sonho, nunca havia ido para a Europa, tinha acabado de ser efetivada no Banco e já iria para Londres? Doidera. E aí tudo ficou ainda mais fácil quando liguei para o Rafa e contei. E ele só disse: “Não tem o que pensar, você vai sim e eu vou junto!” Mas e o seu emprego? “Não importa, dou um jeito, se não der paciência, o que importa é você não perder esta oportunidade e eu não vou perder também, já vou arrumar minhas malas”.

E pronto, alí tava traçado meu destino.

E assim foram os anos que passei lá, rápido, intenso, feliz, triste, frio (muiiiito frio), mas que não deixaria de viver por nada.

Agora o que me espanta é saber que já faz 4 anos que fui para lá. Parece que foi outro dia!!!

2 coment??rios

fev 26 2009

Dando as caras por aí!

Publicado por em Casamento,Família,Trabalho

Oi pessoal como foram de carnaval?
Por aqui tudo calmo, fui para Santos na casa da sogra no domingo, crente que não ia pegar trânsito e acho que todo mundo teve a mesm idéia. Não fizemos nada no domingo, chegamos e almoçamos e ficamos de bobeira, e fomos nos deitar super cedo. Na segunda-feira fomos à praia e foi bem gostoso, e mesmo na sombra deu para pegar uma corzinha gostosa!

Na segunda-feira fiz 6 meses de casada. Nossa como passa rápido não? Nem parece que faz tanto tempo assim que vim aqui contar em detalhes para vocês né? Ai que gostoso foi esta etapa da vida! Agora começamos outra, a de construir nossa casinha e nossa família. Ontem fui fechar minha lista de presentes na Fastshop e fiquei lá durante 3 horas.. além de um atendente bem intencionado mas sem Q.I. e muitos produtos para escolher/trocar, o sistema deles não ajudava. Por fim troquei tudo que ganhei (com exceção de uma adega) numa TV + home teather, geladeira e fogão. Essas coisas são caras e eu tenho onde por… já todos os outros eletrodomésticos que tinha ganhado eu não teria onde colocar, e depois que me mudar eu compro aos poucos esses utensílios que são bem mais baratod

Não sei se estão acompanhando o feed do twitter/facebook que tem aí do lado direito do blog. Lá consigo atualizar direto do celular sem precisar de conexão wireless como o wordpress, então dá para ficar mais online! Aliás estou adorando brincar com o twitter e poder acompanhar mais de perto o dia-a-dia dos meus amigos. Se você tiver twitter, deixa no comentário o seu. Aqui você encontra o meu!

A dor de cabeça melhorou mas foi difícil. No sábado no final da tarde não aguentava mais e resolvi ir ao Pronto Socorro. Cheguei às 17:45 no Hospital 9 de Julho e só saí às 20:15! Foi um tal de passa com um, passa com outro, tava super rodada!!!! Hahahhaha, mas enfim, tirei chapa, passei por neuro, otorrino, clínico geral e o diagnóstico foi uma simples enxaqueca (simples para eles!). Tomei dipirona na veia e nada. Aí me deram um tal de tramal e esse resolveu um pouco. Só esse remédio demorei 45 minutos para tomar, afe! Saí de lá com uma receita na mão e fui na farmácia comprar o remédio que era para tomar em casa de dor. Até o farmacêutico assustou quando eu disse o nome do remédio, parece que ele é para quem tá com muita, muita, muita dor! EBA, é esse mesmo!!! rs…. o bixo é tão forte e rápido! Também pudera, é sublingual (use sua imaginação, rs!).

Mas estou melhor, e trabalhando de óculos escuros o tempo todo pois a claridade me mata e começa a doer!!!

Falando de scrap, não fiz nenhuma criação fora a daí de baixo, com a minha família. Mas durante todo esse tempo fiquei baixando acessórios e comprando outros kits para estar preparada para a onda de criatividade que uma hora vai bater em mim, sei que vai! Estou achando muitas coisas interessantes e de graça (FREEBIES), e sempre que puder vou trazer dicas para vocês de onde podem achar muitos freebies fofos!

Família Burin

Agora todo mundo junto fazendo pensamento positivo para a sogra de uma amiga querida que teve um derrame e está precisando de muita força para sair dessa! Apesar de sogra, ninguém quer ver o amor de sua vida sofrendo pela perda da SEGUNDA mulher mais importante da vida dele né? Então vamos orar!

Ah sabe o que mais? Tive avaliação de performance com meu chefe. Ele foi em grande parte injusto mas já esperava isso conhecendo a pessoa dele. A conclusão é que fiquei mais frustada e desmotivada ainda, mas vamos levando a vida em frente e fazendo o que nos é pedido. Vou melhorar nos quesitos onde fui mal avaliada e tocar o barco!

Ah, já ia esquecendo…. o regime! Que regime? No carnaval esqueci dele! Agora já me lembrei mas não tô sendo exemplar, mas estou sem pressa agora e estou desencanando desse assunto… veja bem, não estou desistindo, só não vou mais girar minha vida em função do meu peso e ficar mais ansiosa se não consigo emagrecer, deixa rolar!

E amanhã já é sexta, quer coisa melhor?

Nenhum coment??rio