Arquivo da Categoria 'Uncategorized'

set 11 2015

And I am back.

Publicado por em Uncategorized

Há quanto tempo eu estou querendo voltar, mas os hackers não me davam sossego. Quem vem sempre aqui deve ter visto que foi hackeado, pois tinha um vídeo de alguma facção islâmica que abria assim que acessavam o site. Foi um parto conseguir recuperar tudo, tive ajuda de um profissional que conseguiu reverter esta situação absurda.

E daí que vou precisar de muitos posts para colocar o assunto em dia.

Mas resumindo: nos últimos 3 meses do ano passado emagreci 20 kg (dos quais já engordei 15 nos últimos 3 meses), mudei de emprego (após somente 8 meses no emprego que entrei em maio/15) e a mudança mais radical de todas foi mudar de cidade. Eu e marido cansamos de SP e dessa vida maluca sem família e tendo como única opção de lazer shoppings e restaurantes.

Em menos de 2 semanas de decisão tomada, vendemos nosso apto em SP e compramos um em Santos, cidade da família do meu marido, onde Sarah poderia ter uma vida mais “comum”, com família por perto, estudar em escola bilíngue sem termos que pagar os olhos da cara, ter amiguinhos mais próximos, e onde a principal diversão dela é brincar no playground da praia todo santo dia. Ela faz natação, balé, etc, sem que tenhamos que deixar as calças por lá. Além disso, agora os cachorros moram com a gente, e podemos ser finalmente uma família completa (em SP eles ficavam na creche durante a semana).

Como nada na vida vem de graça, eu e marido é que estamos sofrendo. Viajamos todo santo dia subindo a serra para trabalhar. Ele continua em SP, pegando um mega trânsito e se estressando (vai ver que é por isso que ele não curte tanto ainda a mudança,rs). Eu estou trabalhando em Santo André, então não pego quase nada de trânsito, mas passo cerca de 3h do meu dia dirigindo os 150 km diários. Eu não ligo, é um momento que tenho para escutar as notícias, ver novela, pensar na vida. Mas tem dias que é cansativo mesmo.

Eu posso dizer que sinto falta de SP, mas pouca. Sinto uma dor no coração quando passo em frente do nosso prédio, pois nosso sonho sempre foi ir para SP e vencer na vida, compramos e reformamos aquele apto com muito muito suor, foi lá que os cachorros cresceram, que a Sarah nasceu, enfim, foi parte de um momento muito bom das nossas vidas. Mas o que já foi já foi, e hoje temos muito mais qualidade de vida (mesmo com as horas diárias de viagem), principalmente aos finais de semana. Ir à praia por 2 horinhas no final de semana faz toda a diferença. Ter a casa cheia sempre, comemorar todas as datas, fazer compras com facilidade, ter serviços como açougue, peixaria, petshop etc que te entregam tudo em casa e não cobram horrores por isso, lugares que vendem fiado pelo simples fato de confiarem nas pessoas. Havia me esquecido como a mentabilidade de cidade pequena é pura, como as pessoas querem se ajudar, como são simpáticas e querem conversar. Outro dia um vizinho decidiu fazer churrasco no prédio e chamou o prédio todo. Desceu todo mundo e foi uma delícia, todo mundo se conhecendo, as crianças brincando…. quando isso seria possível em SP?

Tivemos sim que abrir mão de coisas que amávamos, mas SP está logo ali e quase sempre estou em SP a trabalho e ás vezes dormimos num hotel, e dá até para relembrar a época de namoro, rs.

Sarah está uma sapeca. Se tornou uma menina muito muito esperta, picareta e mandona. Ela é minha melhor amiga, somos grudadas, nos divertimos muito juntas e estamos começando a amadurecer a ideia de uma irmãzinha (sim, eu quero uma menina, kkkk). Pretendo voltar a postar com mais frequência e continuar guardando minhas memórias aqui e ajudando outras pessoas.

Até breve!

Num batizado domingo passado
IMG_3328

Brincando juntas no batizado

IMG_3355 (1)

Na festa junina (a cara do pai)

IMG_2231

Com a mamãe em Orlando (3x dela)

IMG_1719

Programa preferido do final de semana (sorvete na praia)

IMG_0298

 E quando não dá praia, tem milho no parquinho da praia!

IMG_2996

 Em casa, com cara de sapeca, kkkk

IMG_0371

Nenhum coment??rio

maio 25 2014

Blog Hackeado

Publicado por em Uncategorized

meu blog foi hackeado, todos os links estão bichados e levando a sites de credit loans companies. Não consigo mais acessá-lo pela internet pois mudaram a minha senha e quando peço para recuperá-la, o email nunca chega. Suspeito que trocaram também o email para recuperaçao de senha. Só consigo acessar pelo celular. Alguém sabe o que posso fazer? Uso a plataforma wordpress!!! Estou muito triste que há meses tenho tentando postar e não consigo!!!

Nenhum coment??rio

ago 18 2011

18 de agosto de 2011 – Primeira consulta com a Obstetra

Publicado por em Uncategorized

Dia 18 de agosto de 2011 foi minha primeira consulta. Nela fui examinada pela minha médica, estava tudo em ordem. Ela solicitou vários exames, e fez as contas do aniversário da barriga, que é sempre de quinta-feira. Era uma quinta-feira e eu estava comemorando 5 semanas de gravidez.

Ela também passou uma lista de “pode” e não pode” da gravidez.

Eita tristeza, podia proibir TUDO, mas comida japonesa não. Tentei barganhar, pedi: “só uma despedida doutora, estou morrendo de vontade de comer comida japonesa, não vou aguentar 9 meses sem, e outra coisa, se eu não soubesse que estava grávida eu continuaria comendo né doutora?”. Não teve jeito, ela não deixou e me fez sentir culpada caso comesse, obviamente que desisti.

Na consulta ganhei um livro para relatar todas as informações da gravidez, uma fofura só! Ganhei também um DVD personalizado, para gravar todas as ultrassonografias. Adorei.

Ela também passou instruções de como preparar os seios para amamentação.

Enfim, parecia fácil.

Continuei tocando vida normal, não falamos nada para ninguém, continuei me cuidando (e isso me permitiu emagrecer 1 kilo que com muito remédio e fome não estava conseguindo – santa água).

Comprei 3 livros que achei que agregariam:

– O que esperar quando se está esperando

– Gravidez Saudável (da Cynthia Howlett – mulher do Dú Moscovis)

– Soluções para Noites Sem Choro

Nenhum coment??rio

jul 02 2010

Paris – Parte I

Publicado por em Uncategorized

Esta foi minha quarta vez a Paris. E cada vez é diferente, encantador.

Um colega de trabalho está casado há 3 anos. Vivia em crise, quase se separando. Foi para Paris no carnaval, e desde então eles vivem no maior love. Ele diz: “Se eu soubesse que Paris faria tão bem para meu casamento, teria ido antes”.

Todo mundo quer conhecer Europa, mas se tiverem que escolher uma cidade somente para conhecer, 99% escolheriam Paris. E tem justificativa. A cidade é linda, é romântica, tem estrutura para turista (quem só vem melhorando cada vez mais, falo mais sobre isso depois), come-se muito bem, revive-se grandes amores alí.

Eu vou tentar descrever na série de posts sobre esta minha última viagem não só a Paris mas outras cidades da região, tentando dizer tudo que eu gosto e acho que vale a pena. Peço que tenham paciência porque é MUITA coisa que vai render MUITOS posts, portanto, se você estiver pensando em ir para lá e quiser dicas, me manda um e-mail que eu tento te ajudar antes dos posts saírem.

E depois da série França tem a série Londres também, que é uma cidade que para mim nem é turismo mais, é volta ao passado. Morei lá quase dois anos e volto no mínimo duas vezes por ano, então não tem como não considerar minha terceira cidade “natal”, e às vezes esqueço de postar algumas dicas aqui.

Bom, voltando a Paris.

Chegar lá vocês sabem né? De preferência avião tá? 11 horinhas de vôo. Infelizmente a melhor opção ainda é TAM, eu acho uma bosta, vamos todos enlatados igual sardinha. ODEIO a TAM.

Brasileiro não precisa de visto para a Europa, mas também não é garantia que você vai entrar…. Se bem que na França ninguém nem olha o passaporte direito, afinal ninguém quer ser ilegal e tentar ganhar dinheiro lá, isso é mais comum em Londres.

Chegou, passou imigração, pegou as malas, começa a odisséia para chegar na cidade. Existem várias opções, e cada vez que vou para lá melhora mais. Desta vez eu queria pegar o supershuttle e não rolou, vou explicar porque, e acabei indo de trem+metrô (opção mais utilizada) mesmo.

Vamos lá:

1) A opção mais utilizada é o trem + metrô. Custa 9 euros. No aeroporto é só seguir as placas de trem para Paris. Super simples pois o todo mundo vai estar indo para o mesmo lugar, é a opção mais utilizada. Compra o bilhete nas máquinas (que tem em inglês) ou vai na bilheteria mesmo (mais fácil pra quem é novato), e para meu espanto, a atendente falava inglês (Paris mudou MUITO!), então é fácil comprar. Se você não fala inglês também fala “Paris centre” e faz sinal com o dedo de quantos tickets você quer. Pergunta a plataforma ou então segue o fluxo mesmo e na entrada das plataformas tem um painel que fala o nome do trem e a plataforma que ele sai. Você deve procurar por Paris Centre ou Gare du Nord. O trem que você pegar vai parar em Gare du Nord (gare em francês significa estação). Nesta estação você vai descer e pegar o metrô para chegar até seu hotel. Não precisa comprar o ticket denovo, pois o que você comprou no aeroporto serve para o metrô também. Aconselho fazer um download do mapa do metrô de Paris para saber qual linha pegar para chegar no hotel que você vai ficar, ou assim que chegar no aeroporto vai num balcão de informações e pega o mapa da cidade (imprescindível) onde tem todos os pontos turísticos e o mapa do metrô.

Porque eu não gosto desta opção: no aeroporto, para chegar na plataforma, você desce a escadaria da Penha. Quando chega na Gare du Nord, sobe a escadaria da Penha, e quando chega no metrô, muito mais escadas para subir e descer dependendo das linhas que você tiver que pegar. Então quando se tem malas pesadas, é um porre! Fora que se for uma viagem a dois, nada romântico vocês carregando mala o tempo todo né?

2) Taxi: aí é para quem pode. Sem dúvida a melhor opção, mas pensa, custa em média uns 80 euros, sem condições né?

3) Supershuttle: eu AMO a supershuttle. Em NY só uso ela. Tem em várias cidades do mundo, mas Paris não tinha. Até que de uns 2 anos para cá eles começaram a oferecer este serviço lá. Maravilha. É uma van que custa um pouco mais caro que o trem/metrô das cidades, mas te pega na porta do aeroporto e te deixa na porta do seu hotel, quer coisa mais cômoda que isso? O supershuttle de Paris custa 20 euros, mais que o dobro do metrô, mas acreditem, vale MUITO a pena. Se você não pegar e optar pela opção 1, vai lembrar de mim quando estiver carregando as malas para cima e para baixo e vai pensar que 11 euros a mais teriam valido a pena. Eu não consegui pegar o supershuttle desta vez pois em Paris ele só funciona com agendamento, nem adianta chorar (eu tentei!). Portanto, entre no site, faça a reserva, pagamento, etc (eles esperam mesmo se seu vôo atrasar muitas horas), e quando você chegar, conforto total. No site deles tem também a localização deles em cada terminal do CDG (aeroporto). Entra lá e veja: http://www.supershuttleparis.fr/en

Cuidado com os taxistas que ficam te abordando na saída do aeroporto, só pegue o taxi na rua mesmo. Muito cuidado com imigrantes em Paris, especialmente os com sotaque do Leste Europeu! Não é preconceito, mas assista “BUSCA IMPLACÁVEL” e aí você vai entender. E não é exagero, os caras são picaretas, vão querer te dar o golpe na rua, tenha cuidado.

Agora você já deve estar chegando no seu hotel.

Ih, você não sabe onde ficar? Pois é, isso é problema em Paris. Tudo depende muito do seu estilo de vida, do que quer fazer em Paris, do pique, da idade etc… Já fiquei em diversos lugares e posso dizer que para mim, hoje, nas atuais condições (não tenho mais pique de ficar batendo perna o dia todo), compensa pagar um pouco mais e ficar mais perto da Champs Élyseés. Eu não fiquei desta vez e confesso que me arrependi. Desta vez eu fiquei no mesmo lugar que fiquei na última vez, eu ADORO e super recomendo, pois é perto de quase tudo e se você tem pique consegue andar para todo lado, fora que na região do hotel tem muita infraestrutura, tipo supermercados, starbucks, MacDonalds (para usar wireless free!) e vários restaurantes.

Eu fiquei no IBIS Opera Bastille, há 3 quarteirões da praça da Bastilha, uns 20 minutos caminhando até a Notre Damme (pela beira do rio, um caminho lind, Paris se conhece a pé, nada de ficar embaixo da terra andando de metrô, além de gastar dinheiro você não vai conhecer nada!), e Bairro Latino, e dalí em 10 minutos você chega no Louvre, mais 10 minutos na praça da Concórdia, mais 10 minutos Arco do Triunfo. Veja bem, tudo isso é caminhando pela Champs Élyseés, então você nem sente, só vai admirando a paisagem, parando nas pontes maravilhosas do rio Senna, curtindo mesmo. O Hotel é esse aqui e fica há dois micro quarteirões (que vale por 1) da estação Bréguet Sabin, da linha 5 (laranjada), que sai direto lá da Gare du Nord, então se você pega trem, vale muito a pena pois não precisa fazer baldiação. Está também a 5 quarteirões da estação Bastille, da mesma linha, mas que cruza com outras linhas que pode te levar para outros lados da cidade.

Em Paris tem que ter muito cuidado com hotéis, porque eu já vi de tudo. Já fiquei num IBIS perto de Mont Marte que queria MORRER! Por isso sempre fico neste, o hotel é grande, os quartos novinhos, estrutura para todo lado. Cuidado que muito hotel em Paris não tem banheiro no quarto (como o Formula 1), então não tente ficar em algum lugar que ninguém conhece, siga recomendações. Eu já fiquei em 2 espeluncas que dava vontade de chorar, pagando 100 euros de diária. Então, olho aberto!

Como andar por Paris:

Sempre a pé se possível.

De metrô está cada vez mais fácil, pois em todas as estações agora tem máquinas que você seleciona a língua (tem espanhol e inglês), aí você escolhe o que quer comprar.  Uma passagem só de ida custa 1,70 euros. Você pode comprar o passe para o dia todo, se for usar muito (duvido, pois as coisas são muito perto), aí compensa. E a máquina deixa pagar com cartão de crédito. Perfeito, porque nas estações dificilmente tem bilheteria, e quando tem não falam inglês, então a máquina salvou os brazucas! As estações de metrô em Paris tem uma distância média de 3 a 5 quarteirões uma da outra, então mesmo que no mapa pareça longe, ANDE!

Tenha sempre aquele mapa da cidade que eu disse para você pegar no aeroporto. Ele tem até os nomes das ruas, e assim você consegue caminhar facilmente!

E eu aqui escrevendo este post e o Brasil perdendo de 2×1 para a Holanda faltando menos de 10 minutos pro final. ODEIO a seleção brasileira, é só a gente acreditar que eles vão lá e fodem. Sem clima para continuar, volto depois.

2 coment??rios

jul 02 2010

ECLIPSE: o filme

Publicado por em Uncategorized

Simplesmente, lindo, muito fiel ao livro, todos cada vez trabalhando melhor, as cenas românticas estão demais, o filme é muito engraçado, muitos suspiros no cinema.

Vale MUITO a pena, mesmo que você não seja fã da série Twilight.

Eu com certeza vou assistir mais umas 3 vezes no cinema, quem sabe bato o recorde de Lua Nova, que assisti 4 vezes no cinema, 500 no PC até sair o DVD e já perdi a conta quantas vezes assisti no DVD.

Ai, ai…. suspiros mil!

Nenhum coment??rio

maio 10 2010

Vacinação contra gripe suína

Publicado por em Uncategorized

Hoje começa a vacinação contra gripe suína para pessoas com idades entre 30 e 39 anos, até que enfim chegou a nossa vez!!!! Sim, deveríamos estar contentes por estarmos no último grupo de votação pois somos considerados o grupo de menor risco, mas que irrita esta maldita faixa etária, ah isso sim.

Só eu fiquei sem tomar a bendita aqui no escritório, pois só eu sou veiaca que tem mais de 30 anos, kkkkk.

Vou tomar ainda esta semana, quero estar 100% daqui há algumas semanas quando vou tirar FÉRIAS, sim merecidas férias, uma semaninha somente, mas será na cidade mais linda do mundo, nem acredito que vou voltar lá, estou nas nuvens.

Não vejo a horaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Boa semana a todos!

Nenhum coment??rio

jul 28 2009

Voltando aos trilhos

Publicado por em Uncategorized

No domingo estava na casa da minha mãe, pensando sobre a vida. Sempre que vou para lá me dá esses momentos, é tudo muito calmo, você escuta passarinhos o dia todo, aquele vento de meio de mato, uma delícia… e aí começa a pensar na vida.

E parei para refletir sobre a forma que venho cuidando de mim. Eu nunca cuidei direito de mim mesma, não sou de passar mil cremes, de lavar rosto para tirar maquiagem, e muito menos de malhar e viver em forma. Fui sempre o contrário.

Desde a minha adolescência quando comecei a engordar (até então meu apelido era “perna oca”, de tanto que eu comia e não engordava as pessoas diziam que ia tudo para a perna!), se contar os meses que estive magra, ou perto disso, não dá nem 3 anos (estamos falando de 15).

O fato é que eu sempre vivi o efeito sanfona, mas nunca tinha ligado o foda-se (desculpe a palavra de cunho ofensivo, mas muito bem colocada no contexto, rs!) como fiz nos último 10 meses. Voltei do casamento e risquei a palavra moderação do meu vocabulário! Eu traçava tudo, a balança ia subindo e eu nem tchum, largei a mão meeeeesmo. Sei lá, nunca foi assim na minha vida, mas acho que foi uma conjunção de fatores, tava cansada de pensar nisso o tempo todo, de me preocupar com isso o tempo todo, estava com o nível da minha fé lá no chinelo….

Aí larguei mão e o resultado foram 13 kilinhos neste maravilhoso e bem distribuído corpinho. Na verdade engordei tudo até Janeiro, e desde lá venho fazendo mil e quinhentas e sessenta e quatro vírgula novente e três dietas (que deram o mesmo trabalho que foi para escrever este número) para emagrecer. Emagreci 1, engordei 2, emagreci 4, engordei 3, e assim por diante. Hoje estou a 11 kilos do peso que eu casei.

Não vou escrever aqui o meu peso porque acho essa dezena bizarra, tenho até medo de pronunciá-la… tipo maldição manja?
Então vamos falar sempre de peso do casório + 11, de acordo?

Bom e aí voltando lá no começo, já que me perdi nos lamentos até então, fiquei pensando que já tava bom 10 meses comendo o que quisesse sem pensar em nada, sem medir quantidades e sem pensar no amanhã. Tava bom né?

E não tem receita, there is no free lunch, o negócio é fechar a boca, e de forma estruturada, traduzindo, reeducação alimentar. Nem preciso de nutricionista, endocrinologista, e nenhum outro ISTA, sei muito bem o que fazer. Então desde ontem comecei. E até então tô na linha, e não quero saber de nenhum ser de pouca fé me gorando ou esperando o momento que virei aqui dizer que jaquei (de jaca, patente da Beth). Estou preparada para as jacas, mas também para a vitória em Senhor Jesus Cristo pai amado cujo sangue tem poder (tá vendo, num sou mais mulher de pouca fé!)!

Não tem muito segredo não, é comer de tudo um pouco moderadamente. Estou mais uma vez seguindo o Vigilantes do Peso (VP), é o sistema que mais gosto. Apesar de achar difícil medir pontos na maioria das refeições, é o que mais funciona para mim. Não estou frequentando as reuniões por simples falta de tempo e logística, mas tenho todos os livrinhos, planilhas, fotos de obesas na geladeira e etc.. para me ajudar! O segredo é jamais deixar a despensa e geladeira sem coisas lights. Sempre que puder coloco fotinhas dos produtos ninjas que encontrar por aí!

Me pesarei toda segunda-feira e trago aqui o resultado ok?

Voltei a vir trabalhar a pé, 50 minutos de caminhada moderada pelo menos 3 vezes por semana! Como não estou podendo pagar um academia e num tenho saco para malhar em parque, comprei dois DVDs do Nintendo Wii que segundo as recomendações são muitos bons para ajudar na malhação, agora é esperar eles chegarem e ver se me ajudam.

Além de tudo isso, estou tomando o ALLI. Farei um post sobre ele mais para frente, dizendo se percebi diferença. O Alli é uma evolução do Xenical, com uma dose bem baixa (metade) tanto que não precisa de receita para comprar, mas que somente faz efeito se você fizer uma dieta com baixo teor de gordura e principalmente se exercitar, e que promete uma perda de peso 50% maior do que sem ele. Minha mãe tomou durante um mês e não fez nenhum dos dois e não adiantou nada (não sentiu nenhuma diferença). Os casos de sucesso do medicamento que é febre lá no exterior sempre mostram que somente as duas coisas acima associadas à medicação dão resultado. Vamos ver… comprei lá fora, aqui no Brasil ainda não vende (até onde sei). Tive que passar por uma análise detalhada do farmacêutico, que me pesou, fez cálculo do IMC e só depois de ficar 35 minutos me explicando direitinho o que eu deveria fazer, que me liberou a caixa do medicamento.  Eu tenho a caixa há mais de 1 mês, e só agora que resolvi praticar atividades (ainda que moderadas) e  reeducação alimentar, é que optei por tomar o medicamento.

Quem quiser saber mais sobre isso, clique aqui e aqui

O mais engraçado foi o farmacêutico, quando eu disse que odiava malhar, me sugerir comprar o Nintendo Wii…. comecei a rir, realmente é muito bom para que não pode pagar uma academia, e custa menos de R$400 lá fora, aqui no Brasil vende por R$1.000,00 (desbloqueado). A noite eu e Rafa sempre jogamos ping pong, tênis e snowboard, o que sempre deixa a gente sem fôlego!

Vamos em frente né, tomando muuuuuuiiiiiiita água!

4 coment??rios

jul 28 2009

Life is too short to waste it…

Publicado por em Uncategorized

Se tiver um tempo livre, leia este maravilhoso post do Blog da Beth ( http://aconquista.zip.net), e tente se lembrar sempre que não podemos deixar para amanhã o que devemos fazer hoje, ou viver e sentir hoje.

Me emocionei demais lembrando daqueles aos quais já me despedi….

Nenhum coment??rio

jul 27 2009

Mais da metade de 2009 já se foi…

Publicado por em Uncategorized

Pois é, estamos acabando Julho, ou seja, faltam somente 5 meses para o ano acabar. Estava aqui pensando em quanta coisa já aconteceu comigo nestes 7 meses que se passaram, ou melhor, voaram. Vamos conferir?

  • Casei no civil e mudei meu nome.
  • Vendi meu apartamento.
  • Comprei outro apartamento.
  • Mudei para um flat.
  • Fiz três viagens incríveis (US/México, Argentina e Rússia).
  • Finalmente comprei a lente e flash para a minha máquina.
  • Aprendi a usar o Photoshop .
  • Fiz meu primeiro album de scrap, para o aniversario de 1 ano do meu sobrinho.
  • Operei para retirar o calázio do meu olho direito.
  • Parei de tomar pílula depois de 15 anos.
  • Troquei meus presentes de casamento (ainda faltam dois!).
  • Vibrei de alegria com a gravidez de 3 amigas queridas.
  • Revi minha grande amiga Mel (duas vezes!) que mora longe.
  • Me reaproximei dos amigos de Sampa.
  • Tomei bronca no começo do ano e elogios no final de junho em relação à minha postura no trabalho.
  • Assisti o casamento da minha prima linda Carolzinha.
  • Tive duas infecções urinárias e uma crise terrível de enxaqueca.
  • Comecei e terminei no mesmo dia mais ou menos uns 500 regimes.
  • Engordei mais ainda, depois emagreci, depois engordei, …..
  • Aprendi a não me estressar tanto com as coisas que me preocupam.

Olhando assim é que a gente percebe que apesar do tempo ter passado muuuuuuito rápido, vivi muitas coisas diferentes e importantes… é, o tempo passa muito rápido, mas felizmente nos traz tantos momentos bons, tantas conquistas, e assim vamos vivendo e aprendendo…

O que me fez pensar tanto no tempo foi ontem, depois do acidente do Felipe Massa, assistir um especial sobre a morte do Senna… aí fiquei pensando que faz 15 anos que ele morreu, e daqui a pouco, serão 20. E eu já não era mais uma menina quando ele morreu, estava quase terminando o colegial! Aí fiquei pensando que já não sou mais jovem-jovem, sou uma jovem-balzaca… e acabei de contratar uma estagiária que nasceu em 1992!!! Gente, eu já beijava na boca e muito nessa época. Como pode um negócio desse?

E você, o que concretizou, viveu e aprendeu nestes primeiros 7 meses de 2009? Se quiser postar no seu blog a resposta, deixe o link aqui ok?

Bora viver os 5 meses que faltam ein? Muitas águas ainda vão rolar…. Bjocas

3 coment??rios

jul 25 2009

Sacolas plasticas

Publicado por em Uncategorized

Hoje fui fazer compras no pão-de-açúcar e na hora de começar a passar as compras no caixa, uma novidade!

A moça do caixa me perguntou se eu queria usar as sacolas plásticas ou se eu queria usar caixa de papelão. “Oh dona, a senhora vai querer sacolinhas ou caixa?”

Eu fiquei meio sem saber o que responder, não estava entendendo muito bem a situação, aí ela continuou:
“Se a senhora optar pela caixa de papelão, além de ajudar a preservar o meio ambiente, ganha pontos no seu cartão mais para trocar por produtos”.

Achei tão legal que topei na hora, vim contente no carro, pensando como é bom termos por aí empresas que se preocupam em preservar os recursos naturais do nosso planeta. Em muitos países do mundo, inclusive algumas cidades brasileiras, o uso da sacolinha plástica é proibido, e em tantos outros cobra-se por ela.

Sou ultra a favor, e você?

Um coment??rio

pr??ximo »