Arquivo de Tag 'Adoção'

fev 17 2012

Inside Every Good Dog is A Great Dog

Publicado por em Animais

Vi no twitter o link para esse vídeo lindo, que é a nova propaganda da Purina. Para os amantes de cachorros, separem os lencinhos porque é emocionante demais. E para completar, a música de trilha sonora é mais linda ainda!!!

A música se chama Great de Tony Rogers.

Além de ser linda, toda venda online da música será doada para o “Pro Plan’s Rally to Rescue”, entidade que ajudou encontrar lares para quase meio milhão de cachorros. Então corre comprar a versão, nada de pirataria galera, é um lindo jeito de se ajudar animais carentes.

To a point I was good
Tried to do stuff that I should
Tried to do what you said
Tried to sleep in my own bed
But my bones wouldn’t rest
‘Til I put me to my test
And I remembered what you said

That I could be great
So so great
(let it right out)

Being good isn’t tough
But it’s also not enough
What’s the use enduring birth
If I can’t find what it’s worth
I need dreams, I need plans
I need you to understand
And I remember what you said

That I could be great
So so great

I can bite off more and I can chew
We may never know what I can do

I could be great
So so great

Nenhum coment??rio

set 13 2011

Endoidei….. só se for de amor!!

Publicado por em Animais

Lembra da Bibi do post aí debaixo?

Pois é, foi um caso de amor. Não é possível eu ter encontrado essa pequena no meio do nada e isso não significar algo. Eu prefiro acreditar assim, e o amor que eu sinto por ela é tão grande, que meu marido arrisca dizer que eu gosto mais dela do que dos outros, Mike e Becca. Até parece, entendo perfeitamente o que a expressão coração de mãe significa, e que o amor não se divide, só multiplica.

O fato é que me apaixonei por ela de um jeito que não tem mais jeito, pronto ela é minha. Para a tristeza da minha sogra que vê um terceiro dog como uma enorme chance de não ter netos, eu decidi adotar a pequena.

Ela é o terror, chamo ela de demônio da Tasmânia ou furacão 2000, eita filhote espivetada e arteira. Mas ela já é o nosso amor, já é a melhor amiga da Becca e elas brincam horrores, tem horas que até o Mike participa.

O que eu não consegui descobrir ainda é como vou transportar 3 cachorros no carro, se a caixa de transporte de Mike e Becca já tomavam todo o porta mala, agora é que não sei mesmo!!!

Mas olha só, não é de derreter qualquer coração?

Nenhum coment??rio

ago 26 2011

Bibi

Publicado por em Animais

Estava a caminho de Ribeirão Preto (minha cidade natal) 2 semanas atrás quando por volta das 17:30 da tarde (quase noite) avistei no acostamento, no meio do nada e no meio do mato, uma cachorrinha pequena. Parei, dei ré mais de 2 km e quando cheguei perto, ela se jogou no chão dando a barriguinha, parecia que pedia socorro.

Foi aí que vi que era uma filhotinha, a pata sangrando, pura pulga e carrapato.

Que judiação.

Não pensei 2 vezes coloquei no carro e estou com ela, já matamos as pulgas, os carrapatos, os vermes (MUITOS), ela está linda, cheirosa e muito sapeca. Tem aproximadamente 3 meses, pesa 3 kg e deve ficar de porte médio. Está vacinada (1ª dose de V8) e está sendo castrada hoje.

Não podemos ficar com ela pois nosso apertamento (rs) não cabe mais um dog!

Interessados por favor entrem em contato comigo no cburin@gmail.com

Abaixo fotinhas da fofa e vídeos do youtube!

Um coment??rio

maio 24 2011

Voltando – Episódio 2 (e espero que o final!)

Publicado por em Dia a Dia

Bom gente, é o seguinte, quero voltar mas tenho muita coisa para contar e tô sem saco paciência, então vou fazer um post bem rápido resumindo o que der e daí começamos do zero, pode ser? Se não for assim não consigo resolver esta pendenga não.

Setembro/2010: descobri a proteção animal quando buscava um dog para adotar e fazer companhia para o Mike. Entrei nesse meio (muito sofrido por sinal) rapidinho, fiz um site/twitter/facebook (www.protetoras.com.br) e comecei a me dedicar profundamente a causa. Obviamente que isso ferrou o restante da minha vida e minha conta bancária e tive que diminuir o ritmo (hoje tenho apenas 6 resgatados em tratamento aguardando adoção). Mas o mais fantástico disso tudo foi quando resgatamos 6 filhotinhos de 40 dias, muito magros e sem pêlos por causa de sarna. Eram 6, morreram 2 (e sofri tantoooo), e os outros 4 tiraram a sorte grande e foram adotados (um deles foi devolvido recentemente, depois de 6 meses pobrezinho). Um deles, uma fêmea, foi adotada por nós. Ela mudou a nossa vida, a do Mike e a de toda nossa família.

Os 6 filhotes quando resgatados. A do meio de olho azul e o beginho (Pingo) morreram. Os 2 pretinhos de trás são Benjamin (que virou Tigrão) e Becca (adotada por mim). O pretinho da frente à esquerda é Tico (que virou Rufus) mas foi devolvido esta semana, então mudamos o nome para Pluto (ele é gêmeo da Becca, incrível). A da frente à direita é Dedéia que foi adotada e vive feliz da vida com seis 8 irmãos.

Aqui estão eles (já eram somente 5), doentinhos.

Esse era o Benjamin, todo judiado por causa da Sarna. Demos o nome de Benjamin pois ele parecia o Brad Pitt naquele filme Benjamin Button, que nascia velhinho, rs.

E essa é a minha princesa Becca, quando estava internada no hospital.

E agora ela, já bonitona, quando veio alegrar a nossa vida.

E agora fotos dela e do Mike atualmente. Eles se amam de um tanto que é a coisa mais linda de se ver.

Aqui com o papai:

E os dois lindos da minha vida!!

Somos uma família linda e muito feliz.

Além disso, mamãe fechou o boca e mandou alguns 9 kilos para a pqp. Faltam alguns vários, mas devagar e sempre chegaremos lá.

No trabalho a vida virou do avesso. Este era o ano do baby, mas agora só 2012. A minha equipe se desfez, um foi estudar fora, o outro saiu da empresa, a carga de trabalho triplicou, chefe novo, etc. Enfim, uma doidera.

O que amei deste meio de proteção não foi só salvar vidas (cada caso que nem dá para contar de tão triste!!), mas sim as amizades que fiz. Olha elas aí. São tão especiais, vivem no meu coração.

De resto tudo continua na mesma, muitas viagens e lugares maravilhosos. Com o tempo venho contar para vocês. Mas uma foi especial, olha quem conheci!

Agora já posso voltar a postar com mais frequência né gente? Espero que vocês continuem por aqui, para ouvir o monte de baboseira que eu escrevo!

E vamos lá, porque junho já tá aí!

Beijocas!!!

Um coment??rio

ago 25 2010

Benji

Publicado por em Família

Tudo começou com o Mike ficando mimado e com ciúmes de qualquer coisa.
Até eu e o Rafa se beijar ele já dava escândalo. Aí decidimos que tínhamos que arrumar outro dog.
Pensar em comprar outro filhote nem pensar. Estamos muito durangos.
E comecei a seguir várias ONGs e protetores de animais no twitter.
E vivia deprimida vendo a situação deprimente de tantos cães. Como tem gente mal nesse mundo.
E aí decidimos que iríamos adotar um.
E tinha que ser meio pequeno porque moro em apartamento.
E todo dia eu recebia um pedido de ajuda para salvar um bichinho. Até que um dia recebi esse:

Na hora me comovi. Primeiro porque ele parece MUITO o Mike, que sempre chamamos de Benji, embra do filme?

Pois é. Nos apaixonamos.
Mais do que isso, tinhamos que salvá-lo. É uma história triste, muito triste. O ser humano é capaz de muita crueldade.
Esse bichinho fofo que vocês viram na foto acima foi encontrado amordaçado (a boca amarrada com algemas de brinquedo) para que não pudesse latir, e com as pernas amarradas para que não pudesse correr, dentro de um saco de lixo abandonado no estacionamento do Carrefour de Interlagos. Pois é, fizeram isso para ele morrer. Não deram uma chance a ele se quer. Amarram a boca para não latir, as patas para não seguir esse provável dono que tanto o maltratava, e deixou ele alí sem uma chance de sobrevivência.

Mas meu Deus é um Deus do impossível.
Ele opera milagres.
E colocou a Luzia, uma boa alma, no caminho do Benji. Ela o salvou e deu abrigo durante 1 mês. Até eu me apaixonar por ele e resgatá-lo.

Filminho dele no abrigo quando chegamos, todo bonzinho.

E fotos dele no carro a caminho.

E outro filminho.

Levei ele direto par ao Pet Shop para levar um trato. Banho, escovar dentes, tosa higiência, etc.
Quando chegou em casa foi um auê. Fez xixi em todos os cantos possíveis, Mike ficou doidinho (ele ama cachorros)… foi muito legal. Ele brincava de um jeito com o Mike que ninguém nunca brincou. Tava lindo.
Um doce de cachorro, bonzinho… amoroso…. mas deve ter sofrido muito. A gente levantava e ele já abaixava a cabeça com medo de apanhar, pode isso?

Mas o tempo foi passando e o Mike foi mudando, foi avançando toda hora no coitado, que era tão bonzinho que nem revidava. Eu dei um ossinho para ele roer e ele gostou tanto, mas tanto, que quando ofereci biscrok, ele segurou os dois na boca com medo de soltar o ossinho e perdê-lo. Um fofo. Mas tava insuportável, o Mike não parava de latir de ciúmes, não podíamos chegar perto do Benji, e o Mike começou a passar mal de tão nervoso. E para piorar, suspeito que o Benji era um cachorro de casa, pois ele ficava tentando pular da janela, desesperado para sair.

Ele em casa comendo ossinho junto com o Mike.

Por fim, levamos ele para Ribeirão na casa da minha mãe, porque lá ele tem um quintalzão para brincar, liberdade, atenção o tempo todo e o mais importante, ficou livre de um cachorro chato que ficava gritando na orelha dele (Mike, rs). Não vejo a hora de ir para RP para vê-lo novamente.

Salvei uma vida. Mas tem tantas outras precisando de ajuda.
Não compre, adote.
Você sabia que com o preço de um filhote (R$500,00) você alimenta um cão por um ano inteiro? Ajude a causa.

Cão sem Dono

Animais para adoção

Associação Protetora dos Animais

Pelos Animais

Amigo Animal

Associação Paulista

Proanima

ANDA

Nenhum coment??rio