Arquivo de Tag 'Gravidez'

abr 27 2016

Novidades sobre a gestação do David

Publicado por em Filhos,Gravidez

Oi pessoal tudo bem?

Hoje completamos 31 semanas, semana que vem entramos no 8º mês, e a barriga explode! Estou imensa, a sensação que tenho é que minha barriga vai rasgar a qualquer momento. Já engordei 12 kilos, estou comendo bastante e comendo bastante doce também, fazendo tudo errado desta vez, rs.

Esse calor dos últimos dias foi de matar. Eu tive ainda para piorar uma faringite absurda, que me deixou 15 dias sofrendo de dor, de cama, e tendo que evitar ar condicionado sem conseguir, pois o calor em Santos era descomunal!!!

Ontem teve consulta e David já está com 2 kilos. Vai ser gigante! As bolinhas já desceram, achei tão engraçado isso, mãe de menina não sabe dessas coisas, rs. Até agora não conseguimos ver a carinha dele mas aposto que é igual a Sarah!

Estou sofrendo muito mais nessa gravidez, muita dor nos ossos pélvicos, muita gripe (uma atrás da outra sem poder tomar nada!) e muito muito sono. Estou 4 anos mais velha, viajando todo santo dia, com uma criança de quase 4 anos para cuidar, fora o calor. Além disso estou bem mais pesada, nunca pesei tanto na vida! E não estou fazendo nada de atividades físicas, o que só piora a minha situação!

O quartinho dele já está bem encaminhado, faltam pouquíssimos detalhes. Os móveis já chegaram, já pintamos as paredes e colamos os adesivos. O tema será elefantes e as cores cinza e menta. Dessa vez providenciei uma cadeira de amamentação, vamos ver se vou usar. As roupinhas já estão separadas, agora só falta começar a lavar. Como Santos tudo mofa muito rápido, vou esperar mais um pouco.

Não vejo a hora dele nascer, de ouvir seu chorinho, sentir seu cheirinho. Ai como é gostoso bebê recém nascido né?

 

Nenhum coment??rio

fev 24 2016

Entramos no 6º mês!

Publicado por em Filhos,Gravidez

E hoje entramos na 22ª semana, ou seja, no 6º mês. Pode parecer que está passando rápido mas para mim está sendo bem devagar. Estou ansiosa por chegar logo a hora de ter um bebezinho novamente no colo. Estou ansiosa pela licença maternidade.

Já engordei 7 kilos, afinal não estou controlando a alimentação e nem estou fazendo exercícios. Isso tem um preço, claro, que é a contínua indisposição, sono, preguiça e dores nas pernas que sinto. Esta gravidez está sendo puxada….. afinal estou com 4 anos a mais (37) e 10 kilos mais pesada. Estou sofrendo bastante com a minha síndrome das pernas inquietas. Eu estava bem e sem sintomas desde a gravidez da Sarah, com eventos esporádicos e leves, mas foi só engravidar que os sintomas vieram fortes e constantes. Meia de compressão tem melhorado mas não resolvido, e dessa vez nem o remédio específico para isso tem resolvido. Às vezes durante a noite preciso levantar e dar um banho de água bem gelada para melhorar e conseguir dormir.

A lombar já começou a pegar, mas nada absurdo ainda. Na gravidez da Sarah, de acordo com as minhas mídias sociais, as dores vieram fortes no 7º/8º mês. Vamos ver como será daqui para frente. Eu não deixo de pegar a Sarah no colo, tudo autorizado pela minha médica, mas às vezes os 20 kilos dela dão uma leve pesada na mamãe aqui.

O post está parecendo de lamentação mas na verdade quero deixar registrado tudo que estou passando para que eu pense 2 vezes antes de engravidar do terceiro. Havia me esquecido das partes negativas da gravidez e só tinha lembranças da magia, kkkk.

David mexeu pela primeira vez no dia 22 de janeiro, estava com 17 semanas. Pelo que me lembro, no caso da Sarah, senti a primeira mexida com 20 semanas. Mas dizem que no segundo filho conseguimos identificar melhor. Nas últimas duas semanas ele começou a mexer de verdade e aumentar a intensidade dos chutes que não são mais apenas coceguinhas. Ele é bem quietinho (pelo menos por enquanto) e se esconde nos ultrassoms. Semana passada fizemos o segundo morfológico e está tudo bem com o sapeca, que já tem 28 cm. Mas ele não mostra a cara de jeito nenhum, rs, vai ser surpresa. Se bem que outro dia sonhei com ele no dia do nascimento. Ele era a cara da Sarah, nasceu pesando 4,250 kg e 53 cm. Será que vai ser assim mesmo?

Estou com quase todo o enxoval pronto por ter aproveitado muita coisa da Sarah e também do enxoval do bebê que perdi em 2013. Fomos para Orlando há duas semanas atrás e aproveitei para comprar o que faltava. Berço, cômoda, cadeira de amamentação, tive que comprar tudo novo porque vendi tudo da Sarah, mas achei gostoso comprar tudo novinho, pelo menos algo ele terá só dele, um trauma que eu levo por ser irmã mais nova e  ter que usar tudo usado (estojos, canetinhas, lápis de cor, livros….. meu sonho era ter uma caixa de lápis de cor só minha e novinha, rs!!!).

Estou bem ansiosa, talvez pelo fato de já ter passado por isso e nenhuma fase ser novidade. Na primeira gravidez temos livros para ler, se divertir com os aplicativos que te contam o que muda a cada semana, os exames, as pesquisas sem fim sobre enxoval, o que é útil ou não, qual decoração do quartinho, etc. Resumindo, muita coisa para ocupar nosso tempo. Na segunda gravidez somos bem mais práticas, já relaxamos na decoração, nos itens do enxoval, muita coisa já está pronta…… e o que queremos logo é o bebezinho no colo para curtirmos muito.

Sarah não demonstra ciúmes e tenho feito de tudo para isso. Digo todo dia que o irmão a ama muito e pula e chuta na barriga quando ouve a voz dela, que ele está dizendo que não vê a hora de conhecê-la, que ele vai amá-la muito….. ela tem reagido bem, sempre pega algo dela e diz que vai dar para o David, levando para o quarto dele. Às vezes é uma escova de dentes, um brinquedo, um desenho. Quero que eles sejam muito amigos, inseparáveis apesar do sexo diferente, e vou trabalhar para isso acontecer como puder.

Mas acho que percebi um certo grude dela em mim. Ela antes mesmo de engravidar já era grudinho com a mamãe, super chorosa, e tudo tinha que ser eu. Isso confesso que às vezes me tira e muito do sério, pois tem horas que estou cansada e tudo que quero é 5 minutos largada no sofá, e ela precisa escovar os dentes, fazer xixi ou quer água e ninguém pode fazer nada disso por ela se não eu. Cansa. Irrita. Demais. Solto uns gritos. Me arrependo. Peço desculpas.

Amo que ela seja grudada comigo e que cada dia esteja mais carinhosa. Assiste desenho na minha cama antes de dormir até cair no sono, quando levamos ela para a cama dela (e tem que ser EU! com essa barriguinha aqui!). Ela assiste o desenho agarradinha em mim, de mãos dadas, ganhando muitos abraços e beijos deliciosos na minha bochecha. E isso é só comigo. Ela não beija nem demostra afeto com ninguém, nem mesmo o pai. Mas isso também me preocupa quando o David nascer, pois não quero que ela sofra, mas terei que administrar muito bem esse assunto e confesso que é o que mais me preocupa.

Enfim, vamos levando, torcendo para o ano passar voando e julho chegar!

A foto abaixo é de 2 semanas atrás, quando completamos a metade da gestação (20 semanas).

10431700_10153924051913205_861165079370841666_n

Nenhum coment??rio

jan 08 2016

David vem aí!!!

Publicado por em Família,Filhos,Gravidez

Notícia boa para vocês: estou grávida de 15 semanas do David, meu sapequinha lindo que veio completar nossa família. Estamos em êxtase, muito felizes, e eu não vejo a hora dele nascer. Que saudades estou de ter um bebê no cólo, com aquele cheirinho maravilhoso!!!

Ele deve nascer no começo de Julho.

Esta gravidez está sendo mais tranquila, sem tanta ansiedade, por razões óbvias. Já sinto minha barriga ficando dura de vez em quando, algo que na gravidez da Sarah comecei a notar com muito mais tempo. Nesta gravidez enjoei MUITO, sendo que na da Sarah só enjoei um dia apenas.

Por outro lado, estou sofrendo muito com as pernas e circulação. Tenho a síndrome das pernas inquietas e me incomoda muito, principalmente a noite quando não consigo nem dormir. Estou a base de meia de compressão, remédios e muita drenagem e repouso sempre que possível com as pernas para cima.

Já fizemos o morfológico e graças a Deus tudo bem com nosso menino!

Confesso que fiquei meio em choque quando soube que era um menino….. e quase morri quando tive que me desfazer de todos os vestidinhos, sapatinhos e roupinhas lindas que Sarah mal usou……. mas tudo bem, pelo menos o lado bom é que tenho outro enxoval para fazer. É um mundo novo mas estou gostando de ter um casal, saber como é ser mãe de cada sexo.

Sarah no início não curtiu o fato de ser menino, ela queria uma menina, mas quando eu disse que ele não ia usar as roupas dela nem brincar com as bonecas dela, ela adorou, rs. Ela vive uma relação de amor e ódio com a minha barriga, tem horas que abraça, beija e diz que ama o David, como tem horas que olha com raiva e quer chutar…..

Falando em barriga, Jesus, como a barriga do segundo filho desponta rápido. Estou com barrigão já, parece que estou de 6 meses….. tudo bem que estou mais gorda (10 kg + que quando engravidei da Sarah), mas tá meio bizarro mesmo.

E eu estou adorando estar grávida de novo, apesar de todos os contra tempos. Os olhares simpáticos, os cuidados e preocupações de todos, o carinho, as mudanças, as expectativas, ah, como é maravilhoso tudo isso.

E só posso agradecer a Deus por me conceder mais essa benção em minha vida, me permitir ser mãe novamente, de uma criança saudável e que será muito amada por todos nós!

Beijos

Nenhum coment??rio

fev 16 2012

Grávidas que têm cães de estimação praticam mais atividades físicas

Publicado por em Animais,Gravidez

Tá aí mais um motivo para você adotar um animal, e caso já tenha um e ficou grávida, quer motivo melhor para se exercitar?

Com certeza no meu caso, estar sempre muito disposta nesta gravidez, não sentir sono e moleza o tempo todo, tem a ver com meus filhos caninos, pois eles estão a mil por hora o tempo todo e exigem minha atenção seja para cuidar deles ou brincar. É um tal de cata bolinha debaixo do sofa, corre atrás da mesa brincando de “vou te pegar”, passeios, visitas à pracinha, abaixa e levanta o tempo todo.

Não consigo parar de encontrar motivos para quere-los cada vez mais em minha vida!

 

Grávidas que têm cães de estimação praticam mais atividades físicas

Pesquisa observou que essas mulheres têm 50% mais chances de atingir a recomendação diária de exercícios

Grávidas que têm cães de estimação costumam alcançar mais os níveis recomendados de atividades físicas, sugere uma nova pesquisa publicada nesta quarta-feira no periódico PLoS ONE. O estudo, feito pela Universidade de Liverpool, na Inglaterra, é o primeiro a estabelecer tal relação.

Estudos anteriores relacionaram o ganho de peso excessivo na gravidez com uma série de riscos ao bebê, inclusive com a obesidade infantil. Pesquisas como essas ressaltam a importância de as futuras mães buscarem uma gravidez saudável, com controle de peso e prática regular de exercícios — desde que acompanhados de orientação médica. Segundo os autores desse novo estudo, passeios com animais de estimação podem servir como uma estratégia para melhorar a saúde na gravidez.

A pesquisa avaliou 11.466 mulheres grávidas em relação à quantidade e aos tipos de exercícios físicos que faziam diariamente quando estavam entre a 18ª e a 32ª semana de gestação. Também foi observado o índice de massa corpórea das participantes antes da gravidez e se tinham ou não algum animal de estimação. Ao todo, 25% dessas mulheres possuíam um cão.

Os resultados indicaram que as mulheres que tinham cães tinham 50% mais chances de atingir a recomendação de 30 minutos de caminhada rápida ao dia do que aquelas que não possuíam um cão em casa. Além disso, passear uma vez na semana com o animal de estimação gerou efeitos positivos na saúde da mulher grávida. Não foram encontradas associações entre donas de cães e índice de massa corpórea.

“Estamos cada vez mais convencidos de que levar o cachorro para passear, além de ser um exercício de baixo risco, pode ajudar a motivar as mulheres grávidas a praticar mais atividades físicas e, portanto, garantir uma gravidez saudável”, afirma Sandra McCune, uma das autoras da pesquisa.

Embora os pesquisadores tenham observado maior índice de atividades físicas entre grávidas donas de cães de estimação, eles chamam a atenção para o fato de muitas delas não ainda estarem adequadamente envolvidas em praticarem exercícios regularmente.

Daqui ó.

Nenhum coment??rio

fev 06 2012

Evitando as temidas estrias!

Publicado por em Beleza,Gravidez

Logo que engravidei procurei uma dermatologista das boas aqui em SP para me ajudar com tudo relacionado a pele, principalmente evitar as temidas manchas e estrias. Os cuidados com as manchas eu já contei aqui, mas em relação às estrias não falei ainda.

Essa dermatologista fez uma fórmula específica para usar na barriga e mamas. A princípio gostei mas acabou logo e eu decidi procurar outras opções.

Em todo lugar se falava do Cocoa Butter Stretch Marks, creme famoso nos US e no mundo que todo mundo recomenda.

Uma amiga que já tinha tido filho me emprestou e já no primeiro uso posso dizer que achei fraco. Óbvio que não dá para avaliar se previne estrias ou não logo no começo da gestação, mas como disse a médica, o que previne estrias é engordar pouco, genética e pele sempre MUITO HIDRATADA (isso inclui tomar água, mínimo de 2 litros viu?). Ou seja, você pode usar o melhor creme do mundo e até engordar pouco, mas se tua genética for favorável a formação de estrias, já era amiga.

Enfim, não achei que esse creme hidratou bem, achei bem fraquinho. E aí continuei com a minha busca. Comecei a usar o Cetaphil, que é um dos hidratantes mais poderosos que tem, mas inexplicavelmente custa horrores aqui no Brasil. Um pote concentrado (que eu mais gosto) que nos US custa cerca de US$10,00, aqui no Brasil custa no mínimo R$160,00 não dá né? Mas trouxe um estoque dos US e comecei a usar. Achei bom, mas ainda não estava completamente satisfeita.

Num curso para gestantes que fiz no RJ (que ainda vou escrever sobre ele porque é sem dúvida um dos melhores!), a professora comentou que sua filha que havia tido gêmeos, não teve nenhuma estria (muito por causa da genética, óbvio), e ela usou o creme Maternité da Payot. Na primeira farmácia que entrei em SP ele estava lá disponível, e resolvi testar. Comecei com o da embalagem rosa.

Posso dizer que achei o creme ideal. Textura maravilhosa, fácil de espalhar mas é um creme firme, consistente. Você passa pela manhã e a noite sente sua pele ainda muito bem hidratada. Eu achei fantástico! O preço não é muito atrativo, uma embalagem custa em média R$55,00 e dura cerca de 40 dias (usando somente na barriga e mamas 1x ao dia), mas é fantástico. É o tipo de creme que vou continuar usando após a gravidez, levei anos para encontrar um creme assim, e o melhor de tudo é que você encontra em qualquer farmacia por aí (encontrei numa micro farmácia numa cidadezinha do interior!).

Quando acabou o primeiro pote, resolvi experimentar a embalagem lilás, que diz ter um perfume mais suave, e posso dizer que gostei mais ainda pois o cheiro é bem mais suave mesmo.

Olha, cada um tem um tipo de pele e um gosto, mas eu acho difícil alguém não gostar desse creme! É fantástico, super recomendo!!!

Esses dias encontrei na farmácia para vender o óleo de banho da mesma marca, e também é fantástico. O preço dele varia entre R$18,00 e R$20,00 (bem em conta) e é muito bom, deixa a pele hidratada e cheirosa. Eu costumo usar o creme pela manhã, após o banho, e o óleo após o banho da noite (chuveirada!), assim durmo bem fresquinha nesse calorão de matar.

É isso, achei bem legal essa dica e acho que vale a pena todas as grávidas experimentarem!

Um coment??rio

out 26 2011

E você, tem qual história triste para me contar?

Publicado por em Gravidez

Antes de ficar grávida sempre ouvia as grávidas reclamando que quando você engravida, todo mundo resolve te dar um palpite, que chega a ser irritante.

É verdade, irrita. Mas vejo por trás disso uma atitude positiva das pessoas, que querem evitar que você tenha problemas que elas tiveram.

Agora, o que me deixou espantada, foi a quantidade de tragédia que CADA PESSOA tem para lhe contar, assim que você comunica que está grávida. Isso para mim é pura maldade, pura falta de simancol. Vamos aos exemplos:

– “Tá de quantas semanas? SEIS? Hi, você sabe que até a 12ª a chance de perder é grande né? A amiga da minha prima perdeu de 8 semanas”

– “Tá grávida, que legal, tá no comecinho né, cuidado viu, tenho uma vizinha que perdeu com CINCO meses, o bebê simplesmente morreu.”

– “Ai que legal, mas vai querer parto normal? Nossa, sua vagina vai rasgar inteira, você nunca mais vai sentir prazer com seu marido”

– “Ai que legal, mas vai querer cesárea? Que absurdo, larga de ser covarde, vai ficar curvada por dias morrendo de dor, não deve ir contra a natureza”.

– “Você vai ver o que vai acontecer com suas mamas, vão ficar horrorosas.”

– “E as caras de nojo que seu marido vai fazer no parto?”

– “Olha, passa bastante creme mas mesmo assim você vai ficar cheia de estrias” (essa é quase uma PRAGA né?)

 

E A PRINCIPAL E MAIS IDIOTA DE TODAS:

– “Aproveita para dormir agora porque você nunca mais vai dormir!”.

COMO SE SONO FOSSE ALGO QUE DESSE PARA ACUMULAR NÉ SUA ANTA?

Tipo você dorme 1 mês inteiro e os 4 primeiros meses da gravidez você não sente nada de sono.

Ai me poupe bando de invejoso, sem noção, sem educação e principalmente, sem consideração.

Não tem nada de positivo para falar? Fica calado. Mas não vem me contar a tragédia de algum amigo da sua vizinha ou cunhada. Não quero saber, não me traga energias negativas. Pelamordedeus gente, é pedir demais isso?

Ontem foi a absurdo do absurdo. Contei para uma pessoa do trabalho que estava grávida. Olha o diálogo:

Eu: então, estou grávida.

Escroto Senior: nossa, que legal, mas olha, não comemora até dar 3 meses porque provavelmente você vai perder.

Eu: já estou de quatro meses.

Escroto Senior: a mas espera fazer aquele exame que mede tudo, se tem má formação, doença genética…

Eu: já fiz, tá tudo normal graças a Deus.

Escroto Senior: ai que bom. Você sabe que aqui na nossa regional teve uma moça que deu a luz há 15 dias e o bebê morreu acredita? Um tal de Síndrome de HELLP, pesquisa aí no google, vai que acontece com você.

Eu: tá, pode deixar, vou pesquisar. E se isso acontecer comigo ou com minha filha, pode ter certeza que não vou me esquecer que foi você que me alertou sobre algo tão desagradável, serei eternamente grata viu?

O que fazer com uma criatura dessas?

Porque as pessoas fazem este tipo de comentário?

Não consigo entender e muito menos ver inocência ou falta de maldade nisso. Xô urucubaca, sai para lá com suas infelicidades e frustações.

Distância de pessoas assim.

Completando hoje 14 semaninhas!

2 coment??rios

out 09 2011

Ultrassom Morfológico – 1º Trimestre

Publicado por em Gravidez

Hoje fomos fazer o ultrassom morfológico do primeiro trimestre, feito entre 12 e 13 semanas. Fizemos com 11 semanas e 4 dias pois minha irmã, que mora em Brasília, estaria aqui e seria uma das poucas senão a única oportunidade que ela teria de ver a sobrinha.

Este ultrassom é um exame bem mais completo, pois mede e examina o bebê (feto) para avaliar má formações e presença de síndromes com Down por exemplo.

É bem gostoso, a cada medida que o médico tira e diz que está normal ou que está ótimo, é uma mistura de alívio com felicidade. A Sarah já é um bebê perfeitinho, não é mais aquele girininho (rs), com seus bracinhos perninhas e todos os dedinhos. Cérebro normal, coração, rins, pulmão, intestino ok (alguns casos fica para fora), cabeça normal (translucência nucal ok), osso nasal presente (o que elimina Down, ou melho, reduz em 50 vezes a chance), etc. Resumindo, tudo normal.

O exame é mega importante mas legal mesmo foi ver nossa pequena se mexendo horrores, colocando a mão no rostinho, abrindo a boquinha, dormindo gostoso, chutando a barriga. Ela já está com 4,9 cm e 500 gramas. Quando o médico falou o peso eu na hora já disse: “ah, então tá explicado o meio quilo que ganhei” kkkk, e ele acreditando que eu tinha engordado SÓ meio quilo ficou todo feliz. Deixei ele feliz né coitado, trabalhando de domingo!!! kkkk

O fato é que voltamos para casa encantados, cheio de fotos 3D, 4D e sem D nenhum mas todas lindas. Teve até direito a uma foto para a titia escrito “Oi titia”! Minha irmã ficou toda feliz de poder viver esse momento conosco e ver nossa pequena pela primeira vez. É realmente muito emocionante vermos que a gravidez está evoluindo normalmente, que a bebê está crescendo saudável e que nosso sonho de construir uma família realmente está caminhando.

É a maior benção que Deus pode nos dar. E muitas vezes me perguntava porque outras mulheres podiam viver isso e eu não, naquele momento, por circunstâncias da vida. E sofria lendo blogs de grávidas, sonhava com a minha vez. Pois ela chegou. Se você está passando pela mesma situação porque não consegue engravidar ou não pode pois não tem dinheiro, o trabalho não permite ainda, não tem um parceiro, etc. Para você eu digo o seguinte: sua hora vai chegar, saiba esperar e confiar em Deus. Mas faça por merecer, Deus abençoa a quem pede benção e abre seu coração para ela entrar.

Eu peço a Deus que abençoe todas as mulheres que nesse momento desejam muito um filho e não podem concretizar este desejo. Que elas sejam abençoadas e preparadas para viver esse momento tão mágico, tão lindo, tão especial.

Não consegui digitalizar as fotos ou colocar o vídeo aqui. Vamos ver o que eu consigo fazer durante a semana.

Boa semana a todas.

4 coment??rios

out 07 2011

E a maior benção de todas me foi dada!

Publicado por em Família

Eu tive que esperar um bom tempo para escrever este post. A minha vontade era de ter escrito ele há 2 meses atrás, mas marido me proibiu, inclusive de falar qualquer coisa para família e amigos. Foi uma das coisas mais difíceis que já fiz, pois guardar segredo não é comigo, rs.

Vamos direto ao ponto e depois conto o desenrolar: estou grávida de 11 semanas.

Eu sempre quis ter filho e aqui todo mundo sabe disso. Eu tinha como planos que isso acontecesse esse ano, mas logo em fevereiro tudo mudou na empresa, meu chefe saiu e obviamente que tive que adiar os planos. Mas como Deus tem um plano maior para a nossa vida, nesse meio tempo, fui conhecendo meu novo chefe, vendo seu estilo de trabalho e começando a gostar. Vi que aprenderia muito com ele, então em certo momento, resolvi continuar apostando na empresa. Matriculei-me em um MBA (tava na hora de dar uma refrescada) e decidi que ficaria.

Com essa mudança de plano de carreira, entendi que seria um ótimo momento para começar a tentar. Isso era começo de julho. Há mais de um ano que não estava tomando pílula e estava ultra regulada, controlava apenas com testes de ovulação diários (excelentes por sinal, recomendo muito o da Clearblue!) para evitar nos dias de risco.

No comecinho de agosto fiz o teste e pumba, tava ovulando. Coloquei maridão para trabalhar e esperei os 15 dias seguidos meio que ignorando, não estava ansiosa, pelo contrário, estava numa dieta absurda para emagrecer (e tomando remédio L) e ficava meio preocupada de engravidar naquele momento, eu queria que acontecesse dali a 2 meses (rs).

Na sexta-feira antes do dia dos Pais (12/08) era a data que deveria menstruar. Senti seios inchados, cólica como sempre, saindo aquele comecinho de menstruação. Fiquei tranquila achando que iria menstruar normal no dia seguinte, quando para mim sempre vinha o grande fluxo. No dia seguinte nada. Eu meio que esqueci disso pois foi bem quando resgatei a Bibi (lembra? Clica aqui.). Voltei para São Paulo no domingo a noite e fiquei meio desconfiada, mas guardei para mim. Na segunda-feira nada, continuei mega desconfiada mas esperei a terça-feira de manhã para testar com teste de farmácia na primeira urina do dia. E assim o fiz.

Era 16 de agosto de 2011. Foi engraçado. Sabe quantos testes de gravidez de farmácia já fiz torcendo para aparecer as duas listras? Pois nesse foi molhar uma gota de xixi e as duas tiras estavam lá estampadas. Fiquei meio em choque. Contei para marido, que ficou meio em choque também. Eu já havia pedido no dia anterior para a médica uma receita de Beta HCG (exame de sangue para confirmar a gravidez), então ficamos meio felizes, mas “vamos esperar o exame de sangue confirmar”. De manhã mesmo fui coletar o sangue, e o exame ficaria pronto às 18 horas. Óbvio que eu fiquei contando as horas. Por volta das 17 horas entrei na internet e estava pronto, não conseguia entender as medidas direito, só me lembro que tinha uma nota escrita assim:

“se a intenção deste exame é confirmar quadro de gravidez, o resultado é POSITIVO”

Continuei em choque, um misto de alegria, euforia, preocupação, tensão, nervosismo, etc. Mandei para marido. À noite estávamos os dois meio calados. Óbvio que felizes, mas de repente a ficha cai: vou ser mãe/pai. Ficamos em silêncio à noite antes de dormir. Como tivemos alguns amigos que sofreram aborto na primeira gestação, Rafa me fez jurar que não contaria para ninguém. Claro que jurei, mas claro também que do meu juramento estavam excluídas algumas pessoas que não dava para não contar. Minha irmã e duas amigas foram as únicas a saber.

No dia seguinte eu já era uma nova mulher. Odiava tomar água, se tomasse um copo de água por dia era muito. De repente me vi tomando 2,5 litros de água por dia, comendo muita verdura e legumes e frutas, de 3 em 3 horas, super saudável. Incrível como não cuidamos de nós mesmos quando precisamos, mas basta uma vidinha estar dentro de você para tudo mudar.

Senti muita, muita dor no seio no começo, e muita cólica (o que é normal, pois o útero está começando a se expandir para implantar o embrião).

Marquei consulta na hora com a ginecologista.

E então resolvi escrever este relato, que apesar de não poder publicar ainda no blog, ficaria guardado para o dia que pudesse fazer isso, e teria para sempre a memória desse momento tão importante.

Os acontecimentos foram registrados pelas datas e publicados em posts que estão abaixo (vão ter que ler o blog desde 16 de agosto!) nas datas em que eles aconteceram, para ter o histórico no blog.

2 coment??rios

set 10 2011

O enjoo

Publicado por em Família

Hoje foi o dia internacional do enjoo. Não tava sabendo não? Jesus como sofri. Tomeu Vonau 8mg e não fez efeito nenhum, talvez pelo fato do remédio ser sublingual e eu ter ENGOLIDO ele. Mero detalhe. Mas apesar de receitado pela minha médica, não gostei quando li a bula e falou que tem riscos na gravidez. Como ela tinha indicado também o Dramin B6, foi esse mesmo que eu resolvi tomar. O dia inteiro passando mal, e como ninguém sabe de nada, foi muito difícil esconder das pessoas que eu tinha muita vontade de vomitar na cara delas.

E a noite então? Tive até pesadelo de tão enjoada que acordava toda hora. No sábado e domingo o bonitão deu um desconto, mas foi só a segunda-feira começar que ele voltou, tímido mas voltou. Faz parte. Li num blog que enjoo é coisa boa, é sinal de que o corpo está trabalhando bem e que muito hormônio está sendo liberado para segurar o bebê. Então assim sendo, garçom, desce 4 horas de enjoo e uns 5 vômitos ok?

Nenhum coment??rio

ago 31 2011

Segundo Sangramento na Gravidez

Publicado por em Família

Cheguei em casa por volta das 18:30 e senti um golpe de líquido descendo, como quando estamos menstruadas e sai aquele golpe de sangue. Coloquei o dedo e o mesmo saiu ensanguentando de sangue vivo, para o meu desespero. Liguei para a médica na hora que mandou repouso absoluto, pediu para eu monitorar se o sangramento aumentava e se sentia cólicas e pediu um ultrassom para o dia seguinte.

Se você chegou neste post pesquisando “sangramento na gravidez” (como eu muito pesquisei), eu espero te ajudar. Porque quando eu pesquisei não teve um post sequer que me tranquilizou muito. É normal nas primeiras semanas sair um pouquinho de sangue quando você passa o papel, pois o embrião está se fixando no colo do útero. Dura poucas horas e vem seguido daquele corrimento borra de café que vem no final da menstruação. Se você sangrou e a intensidade do sangramento só aumenta, e junto você tem cólicas cada vez piores, aí é caso de urgência. Mas lembrando sempre que tem que ligar para a médica em qualquer sinal de sangramento com sangue vivo.

Nesse meu segundo incidente, era muito sangue, a ponto de escorrer, de passar o papel e sair cheio de sangue, passar uma duas ou três vezes e continuar saindo. Óbvio que fiquei preocupada. Mas passou. Durou 5 minutos, foi aquele golpe de sangue, deitei na cama, chorei horrores e pedi muito a Deus que meu bebê não tivesse escorrido ali junto com aquele sangue, e esperei ansiosa pelo dia seguinte, para o ultrassom.

Nenhum coment??rio

pr??ximo »